10 de mai de 2015

Eudora S.Excès Femme Fragrance Review


 Apesar de perfumes criados com um acorde de agarwood já serem uma tendência na perfumaria mundial em franca expansão, ainda é raro encontrar criações nacionais que a usem ou que dêem destaque. Creio que a Eudora é uma marca do Boticário onde eles arriscam mais e por isso a linha S ganhou criações sensuais centradas no acorde dessa madeira, pois eu ainda acho que dentro do mercado brasileiro um perfume com o perfil medicinal e amadeirado do acorde sintético de agarwood não é o tipo de criação garantida de ser um sucesso de vendas. Entretanto, eu percebo que é um risco calculado, já que na criação feminina o conceito sensual é mantido mas o aroma de agarwood não é o que você irá encontrar tipicamente em criações internacionais. Isso para mim é um ponto positivo, já que S usa ele como parte de uma base rica e sensual em vez de saturar a composição com seu cheiro. Outro ponto positivo é a ausência de rosas e açafrão na composição, notas já batidas quando se usa oud e se quer criar um perfume oriental sensual. No lugar, um belo acorde de iris construído entre a terrosidade da nota e a sua nuance floral de violetas. Um último ponto positivo que eu vejo é um aroma gourmand adulto em S.Excés - um cheiro de chocolate meio amargo e baunilha que combina divinamente com os tons secundários cremosos e gourmands da iris. S.Excés abre com a parte mais terrosa da iris e um leve quê de violetas e logo ganha essa nuance de gourmande chocolate meio amargo. Ela evolui para o que seria uma estrutura quase chypre moderna, com um patchouli mais doce e canforado com algo floral que poderia bem ser um jasmim adocicado. Mas logo o perfume volta para a temática, e o oud se mistura ao patchouli para amplificar a impressão amadeirada oriental exótica. S.Excès me parece jogar bem o tema da sedução que eu diria que é familiar mas quando bem feito faz você baixar as defesas e apreciar. É um perfume muito delicioso e redondo de se observar evoluindo na pele.