Pesquisar este blog

18 de set de 2017

Natura Biografia Inspire e Biografia Inspire Masculino - Avaliações


Uma característica que às vezes me incomoda na Natura é o excesso de lançamentos rotativos ao longo de cada ano. A marca dedica um bom espaço de tempo fazendo perfumes que são edições limitadas, com duração máxima talvez de 2 anos no catálogo, e em muitos casos as vezes de poucos meses. Ao mesmo tempo que isso gera novidades a serem aguardadas e consumidas também dilui a imagem da marca já que a mesma perde oportunidades de dedicar suas equipes de criação e desenvolvimento a projetos mais ousados e completos. Em vez de investir nisso, perfumes como a dupla Biografia Inspire são lançados.

Não é que haja algo de errado ou desagradável em ambos, um lançado em 2016 e o outro apenas em 2017. Entretanto, da mesma forma que o Luna Floral, essa dupla cai na categoria de "Flankers Desnecessários", que eu não nomeei mas abordei quando avaliei Luna Floral. São perfumes que caso você possua a versão original não precisa do flanker e caso você não goste do tradicional tem grandes chances de também não gostar do flanker. Apenas fazem sentido de verdade em coleções que se dedicam a ter uma linha completa de criações de uma determinada marca, independente do conteúdo que vai dentro de cada conceito e frasco.

A versão Masculina da dupla Inspire é um pouco melhor talvez, apresentando um pouco mais de distinção na saída. A marca parece mirar em uma espécie de perfume amadeirado que se adapte bem ao calor e pare isso confere uma aura cítrica fresca que se combina a toques herbais e um pouco mentolados. Passado esse primeiro momento, porém, estamos diante do Biografia tradicional, mesmo aroma amadeirado agradável, moderado e de uso casual. Já a versão feminina do Biografia Inspire é basicamente o mesmo Biografia, o mesmo aroma de rosa verde e de peônia sobre uma base almiscarada e com toques de sândalo, sendo que a saída tenta até acrescentar um toque frutado a ideia, mas algo que não se destaca muito. De forma geral, para uma dupla de perfumes chamada Inspire, ironicamente o que faltou foi justamente isso: Inspiração.