Pesquisar este blog

8 de out de 2017

Marni EDP - Fragrance Review


Português (click for english version):

De certa a forma a perfumista Daniela Andrier se tornou uma das principais vozes no minimalismo nos últimos 10 anos. Talvez a criação e sucesso do Prada Infusion em 2007 tenha dado forma a carreira de Daniela Andrier de uma forma que antes não era clara. Porém, já havia indícios desse caminho em criações como Lancome Attraction e Gucci Rush Man.
Dito isso, a perfumista se tornou uma escolha natural para casa de fragrâncias que na perfumaria comercial desejam se posicionar de uma forma mais distinta sem perder o apelo comercial, um estilo que o minimalismo de Andrier encaixa muito bem quando bem aplicado. Uma delas foi a Italiana Marni, que desejava criar algo mais individual, para uma mulher que não seguisse tendências. E nesse sentido, a casa optou por uma composição floral amadeirada e spicy, algo que se encaixaria perfeitamente em uma linha de nicho.
De certa forma, Andrier fez uma infusão de incenso e rosa para a Marni, um pefume bem elegante e usável. A rosa é vista pelos filtros das especiarias, que lhe conferem uma aura menos frutada e delicada e mais sensual. A Base de incenso, patchouli e madeiras é trabalhada de uma forma mais aerea, porém persistente. Não há o aspecto seco das madeiras ou o lado mais esfumaçado do incenso, e sim um aroma equilibrado de resinas e madeiras que se misturam as pétalas de rosa.
Apesar de lançado como feminino, Marni EDP é uma ótima pedida para o público masculino também. Considerando que nos últimos anos a tendência de florais masculinos com rosa em destaque cresceu, é uma criação que vale a pena ser conferida e descoberta por um novo público.

English:

In a certain way the perfumer Daniela Andrier has become one of the main voices in minimalism in the last 10 years. Perhaps the creation and success of Prada Infusion in 2007 shaped the career of Daniela Andrier in a way that was not clear before. However, there were indications of this path in creations such as Lancome Attraction and Gucci Rush Man.
That said, the perfumer has become a natural choice for brands that in commercial perfumery wish to position themselves in a more distinctive way without losing the commercial appeal, a style that Andrier minimalism fits very well when properly applied. One of them was the Italian Marni, who wanted to create something more individual, for a woman who did not follow trends. And in that sense, the house opted for a floral and spicy floral composition, something that would fit perfectly into a niche line.
In a way, Andrier made an infusion of incense and rose for Marni, a very elegant and usable pefume. The rose is seen by the filters of spices, which give it a less fruity and delicate and more sensual aura. The base of incense, patchouli and woods is worked in a more aerial but persistent way. There is not the dry look of the woods or the smoky side of the incense but a balanced scent of resins and woods that blend rose petals.
Although launched as a feminine fragrance, Marni EDP is a great fit for the male audience as well. Considering that in recent years the trend of male florals with rose in prominence has grown, it is a creation that is worth being conferred and discovered by a new audience.