Pesquisar este blog

31 de dez de 2017

Top 10 Perfumaria Nacional 2017


Para 2017 decidi que seria legal ter um espaço separado no final de ano para a perfumaria nacional. Entendo que é um erro julgar e esperar de nossa perfumaria o mesmo que acontece no cenário internacional. Primeiramente devido ao alto custo tributário e as complexidades no esquema de transporte, que encarecem o preço da produção de um perfume. Segundo pois o Brasileiro ainda tem um complexo com relação a perfume nacional, o que dificulta as grifes investirem em produtos mais caros ou mais ousados.

Ainda sim,é possível dizer que com suas limitações de custo e produção a perfumaria nacional tem ido muito bem, obrigado e não tem feito feio ao que tem acontecido no circuito comercial internacional. Em 2017 em particular uma marca se destacou, a Natura, com uma estratégia de aproximação com as mídias sociais, um olho mais prático com as tendências e com excelentes perfumes, que se confundiriam facilmente com criações de renomadas grifes.

Diferente da retrospectiva de 2017 nem todos os perfumes que fazem parte desse top 10 estão disponíveis no blog - alguns são artigos feitos diretamente para a versão nacional do site fragrantica. Há 2 perfumes que fazem parte da lista e que devido as limitações de tempo desse ano ainda não foram avaliados devidamente, mas que merecem seu lugar de destaque no top 10 desse ano.

Natura Una Artisan


Uma das grandes surpresas do ano foi Una Artisan, e me arrisco a dizer que seu sucesso foi uma surpresa até mesmo para a própria Natura, visto que o perfume veio como edição limitada e se tornou parte fixa da coleção. Não é fácil vender perfumes nacionais na faixa de preço do Una Artisan, porém seu aroma rico, elegante e de ótima performance torna essa tarefa mais fácil. Um perfume que utiliza a riqueza do patchouli com toques frutados e um belo buquê floral branco. Um dos grandes acertos da marca esse ano.





Boticario Egeo Bomb Him


 Há um comportamento muito curioso na perfumaria nacional quando se trata de duas grandes empresas e rivais. Quando o Boticário tem um excelente ano a Natura desaponta e quando a Natura surpreende, caso de 2017, o Boticario decepciona. Boa parte dos lançamentos da marca esse ano foi mais do mesmo que ela tem a oferecer mas um se destacou como muito bom. Egeo Bomb Him explorou um segmento da perfumaria nacional que é praticamente ignorado, os perfumes gourmands masculinos, oferecendo uma fragrância doce bem balanceada, marcante sem ser enjoativa.



L'Acqua di Fiori Fleur de Vie


Após a sua quase falência a marca L'Acqua di Fiori tem batalhado nos últimos anos para se recolocar e crescer no cenário de perfumaria nacional. Em 2017 a marca decidiu apostar em algo novo e oferecer 2 criações feitas por uma perfumista internacional. Para o público feminino ela ofereceu Fleur de Vie, que chama a atenção com seu aroma luminoso floral levemente doce, um que explora uma flor que quase não aparece na perfumaria brasileira, a magnólia.



Natura Kriska Drama


Quando eu soube que a natura tinha planos de investir em perfumes gourmands, a princípio não acreditei pois a marca sempre me pareceu fugir desse tipo de criação. Porém ao sentir Kriska Drama tive certeza que a marca realmente está levando a sério isso. O flanker Drama dá uma cara mais moderna a linha Kriska e explora um delicioso aroma gourmand amendoado e torrado, contraposto com o que tem sido uma essência queridinha da casa, o patchouli. Será um perfume a ser avaliado com mais detalhes em 2018 mas que merece seu lugar na lista de 2017.





Eudora On Men Red



 Eu diria que de forma geral o cenário nacional de perfumaria masculina é um pouco decepcionante ainda. Não sei se há um receio das grifes em apostar em algo mais ousado e diferente ou se há pouco receptividade do público masculino que consome perfumaria nacional. On Men Red apesar de não ser exatamente inovador consegue sair um pouco do convencional ao vender um efeito bem legal, um de perfume que começa fresco em nuances frutadas e que vai crescendo em sensualidade com toques de especiarias e uma base oriental um pouco adocicada.



Natura Homem Sagaz

 
Homem Sagaz não foge muito da abordagem mais conservadora que o cenário nacional adota para a perfumaria masculina, porém ainda que seja um aroma conhecido em suas partes é uma bela formulação, bem construída do começo ao fim. É um perfume versátil, de fato Sagaz em combinar nuances frescas, aromas amadeirados ambarados, toques adocidados licorosos e uma aura mais sensual de ambroxan que é bem calibrada e aparece apenas em determinados momentos do perfume, dando um toque levemente salgado e de pele a composição. É um perfume que por mais que não tenha nada de novo a dizer dá prazer de sentir na pele sua evolução e que tem uma ótima performance e um bom custo-benefício.


Eudora Prelude S Blanche

 Um dos momentos de maior surpresa para mim na perfumaria nacional foi ter conhecido o flanker Blanche do excelente aroma de mel de Prelude S. Tinha meus receios de que seria uma versão cítrica frutal boba, mas eles ficaram para trás. Não somente Blanche é excelente, como parece um perfume de nicho. Mais que isso, ele me remete ao que eu sempre desejei em um perfume de nicho que eu não gostava: harmonia. Seu aroma de flores tropicais, mel e baunilha é uma melhoria gritante a uma criação pouco conhecida de Annick Goutal, Vanille Exquise. É uma prova de que perfumaria nacional pode fazer coisas excelentes a preços acessíveis.




Natura Essencial Elixir

Um dos primeiros momentos que a Natura me surpreendeu em 2017 foi com o lançamento do excelente Essencial Elixir. Nele já era possível perceber que esse ano a marca estava disposta a fazer criações mais complexas, que tivessem na fórmula a mesma qualidade da perfumaria internacional. A Marca escolheu o patchouli para isso e em Elixir é um dos primeiros momentos onde a marca oferece um aroma oriental rico em patchouli, aqui adornado por um toque retrô das violetas e rosa.






Natura Essencial Elixir Masculino

E fechando o top dos 10 melhores momentos desse ano há mais um perfume da natura que surpreendeu e encantou, a versão masculina da dupla essencial elixir. Pela primeira vez na linha havia uma coerência e harmonia entre as versões masculina e feminina, um mesmo tema trabalhado de formas distintas. A versão masculina é também sofisticada e gira ao redor do patchouli, porém um mais ambarado e seco e que é complementado por tons de violeta e iris.