Pesquisar este blog

4 de mar de 2018

Boticario Malbec Gold - Avaliação


Eu diria que uma das coisas que mais me chamou a atenção no lançamento do Malbec Gold não foi o perfume em si, mas sim a estratégia de lançamento. É muito positivo que a empresa se esforce em oferecer amostras para o público geral a fim de que você possa conhecer o produto antes de investir. Porém, faltou talvez um dimensionamento dos interessados, pois pelo tempo que demorou para a amostra ser enviada e entregue é possível inferir que a empresa teve problemas logísticos para atender todo mundo que se cadastrou.
Independente disso, o fato é que isso chamou a atenção para o Malbec Gold e seu perfume foi bem discutido após lançado, seja pelas semelhanças com outras criações seja pelo caráter marcante de sua composição. Muitos perfumes foram citados como parecidos com o Malbec Gold e sentindo o perfume na pele é possível entender o motivo.
O fato é que no momento atual da perfumaria, seja nacional ou internacional, estamos em um vácuo de inovação disruptiva, que é quando surge um perfume totalmente diferente, ame ou odeie, que começa com vendas fracas e vai crescendo em volume com o tempo. Ou que mesmo que venda bem, demora para pegar. O próprio Malbec foi assim, um risco que a empresa correu e que se mostrou acertado ao longo do tempo. Mas o fato é que em momento de crise ninguém quer correr riscos, então se investe no que funciona e se mascara a mesmice com conceitos de marketing. No caso de Gold, isso é aplicado com uma invencionice de uma tecnologia GoldSense que a marca taca na descrição do produto sem se dar ao trabalho de explicar para que serve.
Invencionices e conceitos de marketing a parte, Malbec Gold investe no que tem agradado rapidamente, que é uma combinação entre notas mais frescas e notas potentes, pois por mais que as pessoas citem que querem inovação na prática o que elas querem é performance. Por isso, Gold investe naquela base que lembra madeira, ambar, couro, tabaco, lembra tudo e lembra nada ao mesmo tempo e que aparece em muitos outros perfumes. Por cima disso se constrói uma segunda camada potente de resinas incensadas e com uma leve pegada árabe para cobrir também quem curte isso. Por fim, um pouco de notas frutadas na saída, um quê de especiaria quente, um leve toque floral para arredondar e completamos Gold como perfume. Um ponto positivo é que por mais que seu aroma seja de fato manjado é bem equilibrado. É o equivalente de uma boa comédia, você conhece as situações apresentadas mas a atuação convence e você dá risada mesmo assim.