Pesquisar este blog

21 de set de 2018

Natura Una Senses - Avaliação/Resenha/Review



No despertar do último ano da Natura a marca decidiu que não apenas desejava seguir um novo estilo de perfumaria, ela queria ser referência. É notável isso nos lançamentos principais da marca com fragrâncias que mostram sofisticação e complexidade que há muitos anos eram mais exceções do que regras no território nacional. Una Senses mostra isso e um desejo de fazer uma perfumaria ambiciosa, que pode ser percebido pelo projeto de criar uma fragrância que mexe com os sentidos, que une fogo e terra e que é ousada, poderosa e intensa até o fim. E como outro excelente projeto da Natura, Una Senses entrega tudo que promete.

Da mesma forma que a dupla Essencial Oud e Ilia Secreto, Una Senses aposta novamente no gourmand e mostra que a marca de fato está comprometida a explorar notas adocicadas como parte de sua assinatura. Mas o fato é que a Natura tem feito um trabalho muito bom nesse sentido, mostrando que você pode fazer perfumes gourmands, com notas de açúcar e que não sejam tolos. Una Senses é para mim talvez um de seus perfumes mais complexos, uma construção cheia de facetas distintas, que se revelam de forma muito diferente caso você utilize o perfume em um dia de calor ou de frio.

Numa leitura superficial Una Senses parece mirar no sucesso do Paco Rabanne Olympea ao trazer uma flor de laranjeira super adocicada, concentrada na nota do antranilato de metila, que dá um cheiro doce e de uva, e completada por notas frutadas que remetem a chilete. Entretanto o perfume usa esses aspectos para dar um ar mais comecial ao centro floral da composição, um aroma de tuberosa que explora os aspectos verdes, vegetais e mentolados da exótica flor, combinando com os tons de verde que existem no frasco. O acorde de tuberosa trás sofisticação e equilíbrio ao lado mais doce e açúcarado da ideia e parece exibir uma nuance discreta de couro que as vezes se destaca no cheiro e em outros dias se mistura perfeitamente ao colorido floral exótico e intenso da fragrância.

Conforme prometido no slogan Una Senses não perde a potência na base e como a ideia é explorar os sentidos a marca se esforçou para ir além nas nuances de um aroma gourmand. Na base há uma mescla curiosa de madeiras e notas açucaradas: há momentos onde uma baunilha adulta reina soberana e há momentos onde se percebe um aroma torrado, como se tivéssemos algum tipo de castanha ou noz ou até mesmo uma madeira sendo tostada com açúcar e ganhando uma nuance de açúcar queimado, um aroma que parece ir numa direção simultaneamente grave e aguda. Como os sucessos recentes da marca, Una Senses exibe em todos os seus detalhes qualidade de perfumaria internacional e é uma criação que dá gosto de usar e repetir. Doce sim, comercial também, tolo certamente não, um projeto muito inteligente da marca.