Pesquisar este blog

24 de set de 2018

Parfums de Marly Layton - Avaliação/Resenha/Review



Português (click here for english):

Aparentemente Layton parece quebrar com a conceitualização que constrói o universo da Parfums de Marly em torno da criação dos cavalos. Layton simplesmente não se preocupa em explicar o por que é Layton ou motivo de existir e pesquisando não há nenhuma referência clara ao nome, se haveria uma raça específica de cavalo ou um cavalo com esse nome ou um local famoso relacionado a ele. Apesar disso, seu aroma não destoa do resto do universo masculino da marca.

A especialidade da Parfums de Marly, aparentemente, é pegar ideias de perfumes comerciais e de criações de nicho e transformá-las em outra identidade. O caso de Layton é interessante pois isso é feito de uma forma que não fica claro a exatamente qual perfume ele se refere - seu aroma parece familiar, mas ao mesmo tempo distinto, evoluindo por caminhos próprios. Outra coisa que me impressona em seu perfume é a diferença entre a pirâmide listada versus a evolução na pele.

Sinto que a combinação de notas em Layton me passa claramente a impressão de um perfume de tabaco com aroma de mel e especiarias frescas. Um dos suspeitos que pode ser responsável por isso é o accorde de maçã verde. Há uma molécula denominada alfa damascona que possui um complexo perfil olfativo, com nuances de maçã, menta, ameixas e ao meu nariz mel e tabaco também. Isso parece ser a espinha dorsal de layton, que constroí por cima de um aroma oriental com nuances de tabaco e mel algo mais comercial, um aroma fresco com um quê de lavanda e cardamomo. Em alguns momentos o patchouli e um aroma de mel chegam a remete a um dos flankers da família Amen mas a forma como a base é construída tira essa impressão, pois o perfume em vez de ir para uma predominância de patchouli parece abrir espaço para um aroma amadeirado e ambarado seco.

De todos os perfumes da marca Layton é o que parece se sustentar de forma mais forte na pele e tem um aroma que ao mesmo tempo que soa exótico é bem agradável. É um perfume que se sustenta pelo aroma, mas que seria legal se a marca tivesse construído ou explicado melhor sua história.

English version

Apparently Layton seems to break with the conceptualization that builds the Parfums de Marly of horses creations. Layton simply does not bother to explain why it is Layton, its reason to exist and researching there is no clear reference to the name, a specific breed of horse, or a horse with that name or a famous location related to it. Despite this, its scent does not disclose the rest of the masculine universe of the brand.

The specialty of Parfums de Marly, apparently, is to take ideas from commercial perfumes and niche creations and turn them into another identity. The case of Layton is interesting because this is done in a way that is not clear exactly what perfume it is referring to - the scent sounds familiar but at the same time distinct, evolving its own way. Another thing that impresses me here is the difference between the listed pyramid versus the evolution on the skin.

I feel that the combination of notes in Layton clearly gives me the impression of a tobacco scent smelling of honey and fresh spices. One of the suspects who may be responsible for this is the green apple accord. There is a molecule called alpha damascone that has a complex olfactory profile, with nuances of apple, mint, plums and to my nose honey and tobacco as well. This seems to be Layton's backbone, which builds over an oriental scent with nuances of tobacco and honey something more commercial, a fresh scent of lavender and cardamom. At times the patchouli and a scent of honey seems linked to one of the flankers of the Amen family but the way the base is built dissipates that impression because the perfume instead of going for a predominance of patchouli seems to make room for an aroma woody and dry amber.

Of all the fragrances of the brand Layton is what seems to hold more strongly in the skin and has an aroma that at the same time that sounds exotic is very pleasant. It is a perfume that is sustained by the aroma, but that would be nice if the brand had built or explained better its history.