3 de fev de 2019

Natura Homem Íon e Homem Aurum Intenso - Avaliações Rápidas


Natura Homem Íon: A idéia em Íon é claramente a de perfume sedutor, percebe-se já pelo slogan que a marca utilizou para promovê-lo "Magnetismo não se explica, se sente". Para isso, recorreram a uma composição tipicamente oriental que não faria feio em um perfume importado. Eu não vejo patchouli listado nas notas do Íon, mas há alguma coisa nele que me remete a um tipo bem específico de patchouli sintético - um que tem um aroma que tenta emular cheiro de couro mas que usado em grandes quantidades pode deixar o perfume com cheiro de fita adesiva (dois exemplos onde isso acontece: Tom Ford PurplePatchouli e Armani Prive CuirAmethyste). Aqui, a marca soube dosá-lo, o que confere ao perfume uma aura púrpura, que combina com um cheiro amendoado e doce e uma aura ambarada que remete um pouco a tabacco também. Eu percebo duas fases de notas orientais, é interessante pois é como o perfume fosse feito apenas de notas de base e algumas acabassem atuando mais na saída e/ou no coração. Depois dessa primeira fase ambarada, com cheiro de tonka e tabaco, o perfume vai se transformando aos poucos num amadeirado luminoso e mineral, aveludado, com algo que me remete a vetiver talvez e um cheiro mineral, levemente incensado típico de perfumes com ambroxan. Acho que fizeram um bom trabalho em criar um oriental de preço acessível e boa projeção - esse tem uma aura razoavelmente forte.

Natura Homem Aurum Intenso: Alguns perfumes para mim não se parecem por terem notas e evoluções exatamente iguais, mas por de alguma forma evocarem auras aromáticas similares ainda que por caminhos diferentes, caso no qual Aurum Intenso se encaixa. Um perfume Oriental Especiado, a forma como Aurum Intenso evolui o assemelha para mim ao Fahrenheit Absolute. Ambos possuem um aroma de couro difícil de ser decifrado, talvez por ser um acorde de couro que não se preocupa em remeter de forma natural ao cheiro de bota ou artigo de couro e nem ao cheiro macio da camurça. É um couro meio ácido no cheiro, cuja acidez é mascarada pelo cheiro das especiarias e por uma base resinosa e ambarada similar a do Absolute, com a diferença de não ter mirra pronunciada aqui e com a ausência do cheiro de violeta. A combinação de especiarias deixa Aurum Intenso em alguns momentos meio genérico, meio que lembrando vários perfumes comerciais, mas a forma como ele evolui o torna mais interessante, ressaltando um lado mais adocicado do acorde de ambar após algumas horas na pele.