3 de fev de 2019

Natura Sol, Lua e Lua de Sonhar - Avaliações Rápidas


Sol de Natura: Lembro-me da dupla Sol e Lua de Natura ser existente desde os tempos que eu era criança. que eles foram descontinuados por um tempo, voltaram ao catálogo e recentemente receberam uma nova versão, uma fragrância diferente da anterior mas ainda sim muito boa. O Sol atual me parece favorecer um aroma mais adocicado e frutado mas acho interessante que ele me passe a sensação de um aroma de damasco na pele, o que combina perfeitamente para mim com a idéia de um frutal ensolarado que não seja comum. A saída tem esse cheiro de damasco com alguns acordes cítricos, evoluindo depois para um floral de jasmim adocicado e cremoso na pele. Gosto da base, um aroma amadeirado suave, a clássica combinação de sândalo e musk da marca com um quê doce, lácteo e amendoado da nota de praline. Não é um perfume forte, apesar de doce não fica enjoativo, é bem confortável de se sentir na pele.

Natura Lua: Se o objetivo era atingir uma formula comercial de perfume importado, a Natura conseguiu. Lua não é o perfume mais original da marca, mas é bom - claro, se você gostar de florais açúcarados. Tive a chance de aplicá-lo um pouco mais de uma vez ao dia e notei diferentes coisas em seu cheiro. A primeira impressão foi a de um perfume carregado em etil-maltol, o que costuma dar cheiro de açúcar e algodão doce em perfumes, uma aura pink açucarada. Depois eu pude perceber um aroma de jasmim açucarado, meio que uma versão mais doce do acorde de jasmim do Jadore. O que eu gostei no Lua é que a nota de açúcar não domina tudo, ela é intensa a princípio mas abre espaço para esse cheiro de jasmim e se transforma numa base de musk cremoso com algo meio lácteo, uma base que de alguma forma me parece relacionada a uma versão mais delicada da base do prada candy. Não me empolguei tanto com ele quanto com o Sol, mas achei que cumpre seu propósito e que tem um excelente custo para o que oferece.

Natura Lua de Sonhar: Eu creio que tenho sido bem generoso com as minhas avaliações dos perfumes da Natura, pois de fato achei vários muito bons. Mas não é o caso desse aqui, refleti enquanto o sentia na pele e não consegui achar nada de bom para falar nele. O Lua na versão atual é um pouco genérico, um floral açucarado, mas potente. Esse é mais genérico e mais fraco. Aroma frutal indistinto, floral sensual padrão, base sem graça, uma das mais sem graça que eu já vi na Natura. Esse flanker, na minha opinião, não deveria ter existido.