3 de jun de 2019

Parfums de Marly Byerley - Avaliação/Resenha/Review



Conceito: 2.5  Olfativo 4 Técnico: 4 Apresentação: 4.5
Nota Final: 3.7 Nota Faixa: 3.7
Faixa preço: 5 - entre 1000 e 2000 reais

1-Ruim 2-Regular 3-Bom 4-Ótimo 5-Excelente

O problema de marcas como Parfums de Marly é que apesar de entregarem fragrâncias decentes na faixa de preço que elas atuam isso não é o suficiente do ponto de vista crítico. Talvez em alguns dos seus lançamentos a marca se dê ao trabalho de criar uma história que se ligue às origens da marca e explicar qual é a relação entre os cavalos e os perfumes criados. De maneira geral, porém, tudo é utilizado apenas como pretexto para colocar mais perfumes no mercado.

Byerley não se dá ao trabalho de falar nada a respeito de sua inspiração, que você só descobre um pouco ao pesquisar no Google. Seu nome é derivado de uma das raças ancestrais dos cavalos de corrida, entretanto não há nenhuma ligação clara entre o aroma amadeirado e especiado e o cavalo em si. Porém, o que é entregue pelo menos faz sentido com a pirâmide olfativa proposta e os destaques criados, vetiver e cardamomo.

Byerley é basicamente um vetiver de corrida, musculoso e até mesmo bruto, um vetiver que se utiliza do aroma do óleo essencial em si e entrega as nuances mais complexas do material: o aroma amadeirado seco e o aspecto mais úmido e distantemente aquático da raiz. Cedro, gaiac e algo que remete a sândalo criam o suporte e profundidade da ideia, fazendo uma transição do lado mais bruto para algo mais fluído e comercial, um aroma amadeirado mais mineral, seco porém sem ser pesado. Por cima disso você tem aspectos mais frescos e especiados dado a combinação de bergamota e cardamomo, criando até mesmo a ilusão olfativa de chá. E de fundo, um aroma mais clássico de ambar dá uma certa sofisticação à composição.

Byerley entrega o que promete, porém não vai além disso e não refina muito seus detalhes. A performance e projeção estão dentro do esperado e o perfume acaba indo na linha comercial dos perfumes da casa, talvez só mais arriscado para quem não conhece perfumes de vetiver mais clássicos. O maior problema dele acaba sendo o posicionamento mesmo: para um perfume de mais de 1000 reais ele não justifica o valor e não é justificavel a forma superficial que ele trabalha o seu conceito e a identidade com a marca. É um produto mais para o médio que para o ótimo dado a faixa de preço.