17 de jun de 2019

Zoologist Perfumes Chameleon - Avaliação/Resenha/Review


Conceito: 5 Olfativo 4,5 Técnico: 4 Apresentação: 4,7
Nota Final: 4.5 Nota Faixa: 4.5
Faixa preço: 4 - De 600 a 1000 reais
1-Ruim 2-Regular 3-Bom 4-Ótimo 5-Excelente

Com Chameleon a Zoologist perfumes volta às características que a torna forte e única em meio a perfumaria em geral. Novamente temos um conceito elaborado de maneira ímpar e detalhista, buscando explorar particularidades do animal em questão e do ambiente em que ele habita. Nas mãos do perfumista Daniel Pescio há uma representação luxuosa, tropical e descontraída do Camaleão, produzindo um aroma floral centrado no ylang e na baunilha, duas matérias que provém da mesma ilha onde se encontra diversas espécies deles, Madagascar.

A princípio a ideia era que Chameleon personificasse em aromas o aspecto sinestésico das cores que os Camaleões assumem para se misturar ao ambiente onde estão, mas dado a dificuldade de reproduzir isso de maneira universal o perfumista sugeriu a perspectiva de refletir os aromas predominantes do ambiente onde o camaleão se encontra, como se ele se camuflasse aromaticamente ao colorido floral exótico de madagascar.

A ideia funciona muito bem e chega a ser intrigante a escolha do ylang-ylang, já que simbolicamente a flor é uma camaleoa das flores brancas, tendo essa capacidade de ser utilizada em suas diversas extrações para refletir as outras flores brancas que ela fará parte do conceito. Em Chameleon o ylang é a grande estrela, com suas nuances frutadas, seu aspecto floral exótico, canforado e cremoso posto em plena evidência. Há claramente um estilo mais francês de uma maneira exótica aqui, algo que remete a Chanel visto que a marca francesa utiliza a flor como parte importante de sua assinatura olfativa. O perfume remete também a mesma aura tropical, relaxada e quente do clássico descontinuado da L'Artisan, Vanilia, porém com ênfase no Ylang em vez da baunilha.

O único senão de como a construção olfativa é feita é que Chameleon se camufla tão bem ao ambiente que conforme o tempo passa na pele ele praticamente desaparece. A progressão do aspecto floral exótico nos leva a um aroma amadeirado com nuances de baunilha e coco, um que acaba sendo discreto demais na pele. Isso cria uma dinâmica que coloca toda a personalidade e projeção na saída e coração do perfume, o que pode levar o nariz a não enxergar a evolução ou decepcionar quem espera a mesma intensidade horas depois. É o que impede Chameleon de ser outra obra-prima da casa, porém certamente seu aroma floral colorido e tropical está em plena sintonia com o conceito e oferece uma elegância mais exótica que se destaca entre os outros perfumes da casa.