4 de out de 2019

Natura Kaiak Ultra Masculino e Kaiak Ultra Feminino - Avaliação/Resenha/Review



Kaiak Ultra Masculino
Conceito: 7
Olfativo: 6
Performance: 5
Nota Final: 6

Kaiak Ultra Feminino
Conceito: 7
Olfativo: 7
Performance: 6
Nota Final: 6,7

Composição Nota:
25% Conceito, 50% Olfativo, 25% Técnico
Preço Oficial: 121,90 reais 100ml
Categoria: Nacional

A expectativa é certamente a mãe da decepção e num fluxo constante de bons lançamentos seria difícil não criar expectativas para as criações da Natura e em algum momento ser decepcionado por elas. O Ano de 2019 tem sido de maneira geral muito bom, com poucas decepções porém teve uma que se destacou nesse sentido: o lançamento da dupla Kaiak Ultra. Com uma proposta de promover um frescor, moderno e de impacto a marca quis propor algo diferente, com perfumes cuja a refrescância poderia ser acentuada ao ser colocados na geladeira. A ideia em si era interessante, porém executada de uma maneira mediana e em um momento esquisito: um perfume refrescante para ser colocado na geladeira em um momento onde o apíce do calor do verão já tinha passado. É difícil entender o que deu errado ou foi pensado aqui, mas o fato é que a dupla Kaiak Ultra não corresponde as expectativas.

Dos dois lançamentos, a versão masculina é a que entrega de maneira mais evidente o aspecto ultrarefrescante e é também a que mais decepciona no aroma em si. Chega a ser curioso que a marca destaque o anis como o aroma responsável pelo aspecto refrescante pois no masculino você tem a impressão de um frescor gelado proveniente de algo entre eucalipto e hortelã. Passado o impacto olfativo do frescor mentolado, o que vem depois remete bastante ao aroma cítrico, amadeirado e de couro do perfume Aventus da grife de nicho Creed, o que é muito estranho para a Natura, que preza por oferecer perfumes que não são cópias/inspirações de importados. Além disso, Kaiak Ultra decepciona na performance, desaparecendo quase que completamente depois de 3 horas aplicado. É um perfume que só faz sentido pela saída refrescante e mentolada, mas certamente somente isso não é o que o público espera.

Na versão feminina a marca é bem mais comedida no lado refrescante da composição, de maneira que o ultra no nome não faz muito sentido. O aroma segue um estilo floral aquático que não é muito distante da mesma ideia que a marca já trabalhou no perfume Kaiak Aero feminino. A diferença é que aqui o aspecto aquático fica mais por conta das flores, algo que oscila entre um jasmim mais verde e um lírio do vale. A versão feminina do Ultra pelo menos não remete a nenhum perfume importado especificamente (ou não remete de maneira óbvia a nenhum), e termina em uma base mais amadeirada e levemente úmida/terrosa devido a presença bem moderada do cashmeran, uma que inclusive parece ter uma performance um pouco melhor que a do masculino, mas ainda sim entregando algo discreto. A ideia de um delicado e fresco floral branco é o que predomina aqui e a forma como esse floral branco é trabalhado torna o perfume tranquilamente unissex.

No fim das contas ambos são perfumes para se pegar com um bom desconto e utilizar sem dó nas borrifadas nos dias quentes e reaplicar quando o cheiro tiver sumido. Deve ser interessante experimentar o uso combinado de ambos para intensificar o frescor que fica ausente na versão feminina e ter uma evolução bem trabalhada, ausente na versão masculina.