4 de nov. de 2019

In The Box Euphoria Sensuale - Avaliação/Resenha/Review


Conceito: 10
Olfativo: 10
Técnico: 10
Nota Final: 10

Composição Nota:
25% Conceito, 50% Olfativo, 25% Técnico
Preço Oficial: 134,90 reais 50ml

Categoria: Comercial

Para trazer o conceito da Sinestesia nos bastidores da coleção Match of The Senses a In The Box escolhe um meio que eu não imaginaria ser capaz de transmitir isso de uma maneira tão inteligente, que é a utilização da familiariedade e do caráter universal de determinadas formas olfativas no contexto atual. Para levar esse estimulo multisensorial Felipe Russo junto com o perfumista operam num nível que superficialmente parece conhecido mas que propositalmente disfarça um propósito mais profundo, de maneira que é possível apreciar a coleção sem sequer dar conta disso. Entretanto, a coleção ganha mais coesão e propósito quando se analisa sob esse perspectiva até mesmo o perfume mais comercial e direto do quarteto, que é Euphoria Sensuale.

A princípio não há grandes segredos em Euphoria Sensuale quando se pensa no nome, nas notas e até mesmo na cor. Ele é o elemento da coleção que preenche o gosto do consumidor por perfumes florais e orientais no estilo de criações como Olympea, Scandal e L'Interdit, representando a sedução e sensualidade que tais perfumes transmitem na atualidade e que casa bem com a tonalidade de vermelho representado. Ainda sim, observando com mais atenção é possível perceber que há um nível de construção olfativo tão refinado quanto os seus pontos iniciais de possível inspiração e a interpretação do aspecto eufórico percorre a própria dinâmica do perfume na pele. Por essa inteligente associação Euphoria Sensuale estimula simultâneamente o olfato, a sensação física da emoção retratada e a própria cor proposta, atingindo de maneira bem prática o estimulo multisensorial que a sinestesia propõe.

A Euforia é uma condição emocional que está intimamente relacionada a uma sensação de felicidade e intensidade e Euphoria Sensuale é fiel a isso ao te apresentar com uma espécie de explosão olfativa na pele, uma intensidade que te leva a crer que o perfume será muito doce e talvez até mesmo enjoativo. Como outros integrantes da coleção o contraste também está presente aqui de forma que essa intensidade é construída com um aroma frutado suculento e açúcarado, um aspecto floral meio verde e com cheiro de esmalte e um aroma frutado meio ardido/ácido que parece estar representando na composição o açaí. É como se Euphoria Sensuale criasse um floral adocicado de açaí para variar o aroma floral branco açúcarado de suas musas inspiradoras.

Até esse momento não há grandes surpresas, porém conforme o perfume começa a evoluir na pele é que você percebe um aspecto mais sério e sofisticado que não estava evidente logo de cara. Passado a overdose eufórica e a intensidade olfativa vermelha o perfume evolui para algo sedutor mais sóbrio, algo que trás a sofisticação da iris de uma maneira meio atalcada e meio terrosa, equilibrada para não sobressair nenhum dos lados. O perfume trás um leve toque inocente com uma baunilha mais cremosa mas ao mesmo tempo também te oferece uma base complexa que se utiliza de um aroma amadeirado mais seco para trazer performance e sofisticação. Em vez de depender apenas de musk e patchouli adocicado e luminoso isso trás uma elegância inesperada e incomum nesse estilo de frutal adocicado. Nessa fase inclusive Euphoria Sensuale surpreende indo numa direção mais unissex do que a saída mostra e do que é evidenciado na fita olfativa.

É justamente esse dinâmica entre o familiar e o inesperado e entre o simples e o complexo que mais me surpreende aqui. É algo muito inteligente e uma utilização de uma abordagem mais clássica de perfumaria com uma cara moderna que o olfato do consumidor atual entende. Euphoria Sensuale pode não trazer o ar mais sóbrio e maduro/adulto dos clássicos franceses mas sua capacidade de se mostrar complexo, inesperado e bem estruturado é uma prova de que é possível falar com o consumidor atual e oferecer algo que desafie seus sentidos sem entrar em choque com o que ele conhece. É um perfume muito coerente em todos os seus elementos e surpreendentemente bem feito, o que chega a ser surpreendente pois julgando a princípio parece ser o mais simples/fraco da coleção.