12 de nov. de 2019

Widian Aj Arabia Gold II - Avaliação/Resenha/Review


A redescoberta do interesse pela perfumaria do oriente médio, puxado principalmente pela fascinação com oud, levou a uma via comercial de mão dupla. Não apenas as grifes tradicionais Ocidentais passaram a focar o público árabe com composições centradas em notas clássicas do universo desse público (Rosa, Açafrão, Oud, Ambar etc) como grifes árabes como a Widian AJ Arabia passaram a focar no público ocidental oferecendo o caminho inverso: uma perfumaria que interprete os códigos da perfumaria ocidental com a riqueza, luxo e opulência que tem sido associado à perfumaria árabe.

Um olhar mais atento revela essa preocupação da Widian em vender luxo com ares árabes para o público ocidental. Os frascos possuem cores exóticas, porém são mais simples e sóbrios do que o de marcas árabes clássicas. Os perfumes oferecem concentração parfum, que tem renascido dado a seu excelente marketing como concentração luxuosa e de excelente performance. A linha Gold vai um passo além, celebrando o metal que é mais associado com o luxo, o Ouro. Entretanto Gold II comete uma falha importante quando se pretende vender luxo: sutileza.

Há um tênue limite entre criar uma fragrância rica e potente, porém refinada, e uma que na suas intenções de ser rica, potente e luxuosa tenha um aspecto grosseiro em seu aroma. Gold II sofre justamente dessa grosseria, que parece uma falta de orçamento para trabalhar melhor a fórmula e que é incondizente com a faixa de preço cobrada. Há um aspecto floral ambarado na saída de Gold II que além de remeter claramente ao Acqua di Parma Oud soa como uma versão mais barata do mesmo.

Apenas depois que o aroma potente inicial passa é que é possível apreciar a harmonia do perfume, que se revela mais delicado do que se esperaria. O açafrão revela as poucos sua faceta spicy e seu toque de couro ao mesmo tempo que há um aspecto cítrico picante que remete a gengibre. O acorde floral é bem sutil e conduz o perfume a uma aura segunda pele de madeiras, ambar e um toque de oud na pele. Se Widian Gold II fosse uma joia, suas intençoes seriam a de vender um aroma equivalente a ouro 24k, porém uma analise mais detalhada rapidamente mostra que temos no máximo algum metal menos nobre banhado em uma fina camada de ouro que rapidamente descasca.