11 de nov. de 2019

Xerjoff Shooting Stars La Capitale - Avaliação/Resenha/Review


Aparentemente o esforço em criar algo mais coeso para Xerjoff significou apenas a mudança dos frascos mesmo. A marca continua a disparar perfumes muitas vezes em preços e coleções com a mesma aleatoridade que fazia no passado. Para quê integridade artística quando o que importa é vender né? Mesmo que seja vender qualquer coisa, caso de La Capitale.

A forma mais fácil de você passar um perfume mediano e repetitivo em um preço maior é criar uma edição limitada e exclusiva, que foi como La Capitale nasceu. A princípio feito para o público russo, o perfume seria uma visão da marca para Moscow, a capital do país. O que eu diria é que essa homenagem parece mais como se alguém tivesse conhecido a capital sem sair do free-shop, visto que la capitale é um perfume gourmand como outros que tem por aí.

De fato seu aroma doce e frutado parece uma versão mais refinada do perfume Erba Pura, só que com uma nuance de couro e mais caro do que ele. É um perfume que equilibra um couro aveludado com notas frutadas e nuances de caramelo. É uma escolha esquisita, pois conceitualmente se encaixaria melhor de fato na linha JTC ou na linha Velvet. Na Shooting Stars é um grande equívoco e seu aroma básico, doce e agradável não se sustenta na faixa de preço proposta. Só vale para quem compra perfumes apenas por serem exclusivos ou difíceis de conseguir.