20 de dez. de 2019

Al Haramain Floral Sculpture - Avaliação/Resenha/Review



Conceito: 7
Olfativo: 9,5
Performance: 9,5
Nota Final: 8,8

Composição Nota:
25% Conceito, 50% Olfativo, 25% Técnico

Preço Oficial: 530 reais 75ml
Categoria: Comercial Exclusivo

O trabalho que a grife árabe Al Haramain tem feito dentro da linha Portfolio é de altíssima qualidade e a cada novo lançamento a marca parece construir uma espécie de Portfolio geral da perfumaria exclusiva e de nicho, pegando ideias conhecidas, fazendo ajustes e propondo essas mesmas ideias a um preço acessível e com belos frascos e embalagens luxuosas. Infelizmente a marca tem uma abordagem muito pragmática no lançamento de seus produtos e pouco se importa em conceitualizá-los de fato. Pelo menos linha na Portfolio os aromas e os nomes falam por si só e é possível inferir com uma boa margem de certeza o que a marca deseja propor.

O Nome Floral Sculpture pode levar o público a pensar que esse se trata de uma criação voltada ao público feminino, entretanto a marca árabe parece propor justamente com seu floral mais sofisticado uma variação ainda mais unissex ou até mesmo masculina da mesma ideia presente no perfume Portrait of a Lady de Frederic Malle. Dessa forma, a escultura floral que é proposta aqui é a de uma rosa oriental, incensada, que ganha um aroma ainda mais picante e seco devido a construção de um acorde de flor de cravo na saída. Alguns elementos são rearranjados aqui, de maneira que o perfume acaba soando distinto e diferente em seus primeiros momentos na pele.

Uma grande surpresa que tive com Floral Sculpture foi a intensidade especiada de sua saída, me remetendo a um dos perfumes comerciais mais interessantes que já senti e infelizmente um que foi um grande fiasco de vendas, Choppard Madness. Madness tinha uma explosão de pimenta rosa, canela e cravo da índia na saída o que certamente foi assustador para o público feminino na época que foi lançado. Floral Sculpture trás uma ideia similar e que faz sentido num contexto mais exclusivo e unissex, rerranjando esses elementos para que o aroma passe a impressão da flor de cravo. É um primeiro momento seco, picante e nem um pouco delicado e um indício de um perfume bem marcante.

A evolução não desaponta e lentamente Floral Scultpure nos trás uma rosa mais oriental e cercada de uma base que mescla elementos chypres modernos e orientais. Essa é uma rosa mais quente, licorosa e picante e que facilmente se mistura ao aroma terroso e luminoso que é construído com o patchouli e o ambar, a parte que beira o chypre da composição. A presença de um aroma de incenso (não listado na composição) e do benjoim trazem floral sculpture para um ambiente mais oriental e completam o caráter unissex da composição.

Floral Sculpture é um perfume que desafia a noção mais comercial de um perfume floral e do público de um perfume floral. Ainda sim, quando se olha o contexto da cultura Árabe o que a Al Haramain consegue de maneira bem sucedida aqui é colocar em uma apresentação luxuosa com um preço acessível um aroma floral especiado e quente, algo que o público masculino árabe facilmente usaria e que o público masculino ocidental pode apreciar sem medo da maneira que é apresentado. Agora só falta a marca começar a trabalhar melhor os conceitos e histórias que deseja passar por meio de seus perfumes.