24 de dez. de 2019

Amouage Jubilation XXV - Avaliação de 2009


Observação: A avaliação abaixo é baseada na formulação do final da década de 2009 e pode não refletir completamente a versão atual.


O verdadeiro Luxo não é obtido apenas utilizando-se bons materiais, trabalho de ótimos artistas e idéias brilhantes. O verdadeiro luxo é resultado de uma boa execução, bom planejamento e depende de uma idéia que une criatividade com tradição, bons materiais e mãos habilidosas capazes de entendê-los e transformá-los em perfeitas obras primas que pulsam e possuem alma, capazes de resistir ao tempo.

A Amouage em comemoração aos 25 anos da grife nos presenteia com um belíssimo exemplo de um perfume de luxo, onde o preço realmente se reflete em um aroma de excelência com uma execução brilhante de Bertrand Duchaufour, que em suas composições de incenso entrega  criaturas que mesmo quando estranhas são interessantes de se perceber evoluindo na pele pois são como histórias cativantes, cheias de detalhes, ornadas em impressões que apenas o mais atento olfato consegue captar totalmente.

Em Jubilation XXV percebemos um perfume cuja a história a ser contada é a da perfumaria árabe, uma perfumaria opulenta, densa e carregada em resinas, rosas, incenso, especiarias e agarwood. Ao mesmo tempo, Amouage XXV é como uma homenagem aos perfumes da marca, em sua maioria ricos, onde sempre se percebe o quanto suas composições, até mesmo as mais densas, irradiam luz e qualidade através de seus aromas.

O centro de Amouage XXV é o olíbano, mais conhecido no mundo árabe como frankincenso, uma resina incensada e amadeirada. Em Amouage XXV, Bertrand faz do olíbano sua jóia, a adorna e lapida com a mais perfeita visão artística, produzindo um perfume que como uma jóia complexa e bela irradia luz, austeridade, mistério. Para começar temos uma saída licorosa levemente frutal, como se um delicioso licor feito de mel, canela, cravo da índia e amoras estivesse sendo preparado. Essa primeira camada especiada, quente e levemente frutal é a primeira faceta que se percebe. acompanhada do delicioso cheiro incensado do olíbano.

A seguir, percebe-se sutilmente  o floral exótico e ao mesmo tempo delicado e sensual da combinação de rosa, orquídea, e sempre-viva, que aqui ganham nuances especiadas e frutais da saída, sendo essas combinadas ao incenso e se tornando mais luxuosas e sensuais. Como um pedestal para toda o brilho e exoticidade de Jubilation XXV percebe-se uma sólida base amadeirada e ambarada, com o aroma seco do cedro misturado ao amadeirado resinoso e medicinal do agarwood e ao toque levemente doce e atalcado do opoponax.  Se você procura um perfume caro, que tem qualidade, seja sensual e luxuoso, Jubilation XXV é uma das melhores escolhas a serem feitas.