24 de jan. de 2020

Roja Dove 51 Pour Homme Parfum and Chypre Extraordinaire - Avaliação/Resenha/Review



Do ponto de vista olfativo é inegável que tanto 51 Pour Homme como Chypre Extraordinaire entregam luxo no que se espera da marca. Mas ao lançar muitos perfumes ultimamente Roja Dove parece preso a uma espécie de estilo automático, como se um algoritmo criasse dentro de padrões estabelecidos os novos lançamentos da marca.

51 Pour Homme é feito claramente para agradar o consumidor de luxo que busca o exotismo árabe que a marca tem explorado nos últimos anos. É um perfume que parece mesclar um estilo chypre de rosa a um oud e açafrão ambarado e incensado, praticamente criando algo que fica entre o unissex e feminino. O aspecto masculino da ideia é reforçado pelo couro rústico da saída e que retorna de uma maneira mais suave no fundo, que é um ponto fraco da fragrância, suave demais para algo extravagante e caro.

Já Chypre Extraordinaire é feito para agradar os fãs da estética vintage e quase Guerlain que Roja Dove segue desde o início. Certamente não Extraordinaire como o nome diz mas muito bom mesmo assim. Um bouquet floral rico e elegante com ylang, rosa, violeta e iris e que te faz pensar em algo rico e sofisticado. O aspecto mais chypre do nome demora um pouco para aparecer e se revela em uma base discretamente terrosa, quente e com toques de musgo. Aponta de fato para criações do passado e mostra o que alguns chypres florais poderiam ter sido em um orçamento maior para a fórmula.