24 de jan. de 2020

Roja Dove Parfum de La Nuit 1 - Avaliação/Resenha/Review


De uma forma geral a trilogia Parfums de La Nuit é a mais fraca em termos de extravagância olfativa versus preço em relação aos outros perfumes da casa que são posicionados na faixa mais alta de preço. São perfumes que não decepcionam no cheiro em si, mas que não soam como excepcionais para custarem 1000 Libras. Parfums de La Nuit 01 tinha chances de ser a fragrância redentora da linha, mas não é.

Não se pode dizer, porém, que a fragrância não
corresponde a narrativa proposta. Certamente temos aqui um perfume rico e exibicionista, só que calcado em uma ideia olfativa que é possível de se encontrar muito bem feita por um preço mais baixo: perfumes ambarados. La Nuit 01 é uma exploração completa do conceito ambarado da saída ao topo, quase chegando a soar como uma base em vez de um perfume em si.

O que talvez seja interessante aqui é a exploração de forma sutil das nuances animálicos do aroma do labdanum, complementando de forma distante pelo castóreum e pela civet. Por alguns breves momentos percebe-se um aspecto floral que chega a remeter a lírio, porém rapidamente o perfume evolui para a base.Tirando isso, temos baunilha, fava tonka, benjoim e bálsamo do tolu criando um acorde ambarado clássico que se é bem equilibrado em suas nuances não oferece nada de novo.

Em sua última fase, o perfume remete e muito a outra criações como mesma temática, como Ambre Soie da Armani ou Baume du Doge da Eau d'Italie. É um perfume que abusa muito do prestígio do nome da marca e da ideia rica de um aroma ambarado para cobrar uma fortuna por uma ideia que você acha executada com a mesma riqueza de detalhe em outros lugares. Não vale a pena.