13 de jan. de 2020

Thierry Mugler Les Exceptions Mystic Aromatic - Avaliação/Resenha/Review


Desde os primórdios da humanidade os aromas das ervas fascinam o homem e seu emprego vai muito além da culinária, tendo muitas dela simbolismos em rituais de religiosos e mágicos. Muitas ervas possuem um aroma marcante e propriedades medicinais que garantiram seu destaque na humanidade mas curiosamente dentro da perfumaria são poucas as ocasiões onde elas são celebradas como temática central. Isso porque seu cheiro apesar de agradável na comida, em um chá ou em um elixir pode se tornar desafiador de ser sentido durante horas na pele ou até mesmo utilizado em grandes quantidades dentro de um perfume.

Nesse contexto, Mystic Aromatic de Thierry Mugler surpreende por dedicar uma composição as ervas aromáticas, por fazer uma referência ao seu lado mais místico e por ser capaz de empregá-las de uma maneira muito especial, combinando-as de uma forma que o perfume se torna misterioso, elegante e nem um pouco cansativo. As ervas em Mystic Aromatic assim são elevadas de seu papel complicado e se tornam estrelas em um elegante perfume de aroma verde.

Eu diria que acertadamente as ervas mais complicadas da composição como orégano e tomilho são utilizadas com muita moderação e quem ganha o maior destaque é o manjericão e a salvia esclareia. O manjericão aqui parece trabalhado para ir mais na direção de uma lavanda e bergamota, ressaltando os aspectos cítricos e deixando o lado mais mentolado e especiado meramente sugerido. A ele é combinado o aroma da sálvia esclareia e o aspecto verde mais denso do orégano e do tomilho aparecem rapidamente, dando um toque exótico a composição.
Curiosamente algo parece fazer o papel de iris de fundo, criando uma aura atalcada bem sutil e que se mistura com o cheiro adocicado, um pouco medicinal e quente do bálsamo do peru. Há alguma madeira não listada na composição e que parece dar um aspecto amadeirado verde ao fim do perfume, algo como uma mistura de vetiver com cedro talvez.

De maneira distante Mystic Aromatic remete ao excelente Dior Granville, que se utiliza também de ervas provençais mas carrega mais a mão no aroma emborrachado e difícil do tomilho. Ambos soam mais masculinos talvez pela pouca exploração dos aromáticos dentro da perfumaria feminina atual, entretanto a elegância e o equilíbrio de seu aroma herbal certamente funciona com ambos os sexos. Um excelente perfume dentro da coleção exclusiva de Mugler.