27 de mar. de 2020

In The Box Candy Vanilla - Avaliação Perfume Contratipo (Prada Candy)


Inspirado no perfume Prada Candy, na teoria Candy Vanilla não teria grandes problemas em chegar com uma boa semelhança no original, que depende de um aroma doce mais clássico e um aspecto meio almiscarado e powdery. Mas aparentemente a certa simplicidade olfativa de Candy esconde algum segredo pois por mais que Candy Vanilla chegue bem próximo há algo fora do lugar que muda o aroma e impacta a fragrância nos 3 eixos.

Para mim, Candy Vanilla falta justamente o Candy e a Vanilla que tem no nome. Talvez isso possa ser alguma anosmia pessoal aos substitutos que fazem o papel da baunilha na composição, o que torna o perfume bem menos doce do que eu esperava. O benjoim acaba sendo mais discreto que no original também e falta uma certa cremosidade discreta que dá uma aura adocicada madura à composição.

Essas diferenças me fazem perceber mais o lado clássico da criação original, dando mais ênfase às notas atalcadas, aos musks segunda pele e a um aroma amadeirado de sândalo. Isso certamente entrega um perfume bem elegante porém que parece mudo na saída - como se a baunilha e doce simplesmente não existissem. Dependendo da temperatura a forma como Candy Vanilla evapora na pele muda a percepção e o aproxima ou distancia da criação na qual ele é inspirado.

É justamente essas diferenças de percepção que me fazem pensar que há alguma substituição nos elementos da fórmula que me impedem de ver a semelhança. Consigo perceber um bom perfume aqui, porém vejo com certa dificuldade a semelhança olfativa e a dinâmica do aroma na pele.Das criações da In The Box esse é um que eu pessoalmente discordo da intensidade marcada, pois pela experiência pessoal em dias diferentes mostram um perfume que oscila mais entre o moderado para o discreto.