30 de mar. de 2020

Thera Cosméticos Virgo - Avaliação Perfume Contratipo (Acqua di Parma Colonia)

Em termos de reprodução olfativa Virgo é até mais do que poderia se esperar de um perfume contratipo, entregando uma excelente performance, um aroma dinâmico e uma reprodução que é precisa em capturar a alma do perfume de origem. A identidade olfativa herbal, cítrica e clássica dos perfumes da Aqua di Parma está muito bem presente aqui e não parece uma adaptação mais barata da mesma, e sim uma versão de alta qualidade dela.

A mudança que eu noto na dinâmica do perfume em si é que o aroma de gálbano do original parece em Virgo ir da saída para o fundo da composição. Dessa forma o perfume abre com um aspecto herbal mentolado e cítrico, um estilo de composição que claramente te passa a ideia de um bom cítrico à moda antiga. O aroma vai lentamente se tornando mais verde conforme evolui, mostrando o aroma de grama cortada e o aspecto resinoso do gálbano. Quando chega à base o perfume evidencia um aspecto chypre terroso e amadeirado que é muito elegante e é algo surpreendente de ser encontrado em um contratipo.

Como outros perfumes da Thera a performance não deixa a desapontar, entretanto é bom salientar que como perfumes cítricos clássicos Virgo utiliza os cítricos consciente de sua natureza efêmera, compondo uma evolução chypre terrosa bem harmônica e que perdura na pele. Há muito coerência entre todos os elementos aqui e esse é o caso de um perfume que em um teste cego eu duvido que as pessoas que sentem saberiam distinguir entre cítricos clássicos como Chanel Pour Monsieur ou o Yves Saint Laurent Pour Homme. Uma grata surpresa entre a excelente qualidade que a Thera oferece.