28 de abr. de 2020

Jeroboam Boha - Avaliação do Perfume


Ainda que seja um projeto interessante e original Boha é o tipo de criação que não me parece se encaixar em sua totalidade dentro da marca Jeroboam. O nome abandona a associação com o esperanto e trás uma palavra que em ucraniano é pronunciada como Vona e significa o pronome feminino Ela. Boha nasceu de uma colaboração entre uma revista virtual ucrianana chamada Buro e a marca Jeroboam, sendo dedicado à mulher Ucraniana e refletindo suas predileções olfativas.

Eu não consigo ver como Boha se encaixa com a linha original de perfumes da Jeroboam a não ser pelo uso generoso de musks que marca as outras criações. Boha também não é um perfume que parece refletir algo que possa se encaixar em qualquer categoria de descrição que você possa dar a um perfume de nicho.

Não há de fato uma história narrativa ou um conceito associado a mulher Ukraniana, o perfume é meramente um truque de marketing que captura justamente os gostos gerais das mulheres do país por meio de entrevistas e análises do que foi respondido. Basicamente, uma forma diferente de fazer um focus group para garantir que o perfume agrade ao público final.

E Boha certamente irá agradar não somente à mulher ucraniana mas encontrará um apelo em mulheres de diferentes localidades do mundo. Há algo aconchegante, feminino e sensual em seu aroma, que combina flores com um teor cítrico, rosa e flores brancas a um leve toque frutado de maçã verde na saída e uma aconchegante base de toque atalcados, musks macios e um aroma amadeirado mineral distante.

Algo que para mim joga contra ele, entretanto, é que seu aroma remete muito a aromatizador de ambientes de lojas que vendem lingerie feminina. É algo meio abstrato e genérico mas certamente bem construído, harmônico e redondo. Só que é um aroma esquecível, aquele tipo de perfume que não é nem suficientemente ruim nem maravilhosamente bom para marcar algum tipo de emoção.