9 de abr. de 2020

Maracujá Brasil Homem Bleu - Avaliação Perfume

Homem Bleu é quase como que um item apartado na linha de perfumes da Maracujá Brasil. Ele é o único que não tem nenhuma temática que exalta dois materiais da perfumaria em seu nome e é um dos poucos perfumes cuja a marca investe em uma linha completa de produtos para o público masculino. É uma das poucas fragrâncias da marca que não parece inspirado em nada específicamente e uma que foge da idéia clichê associada a perfumes inspirados no azul.

Entretanto, é estranho que para um dos melhores perfumes da marca a maracujá cosméticos forneça uma descrição rasa e que não reflete totalmente a natureza do que é entregue. É prometido um perfume de alta fixação com uma notória fragrância amadeirada carregada em patchouli, almíscar e sândalo. É dito também que o perfume recebe toques cítricos de limão e bergamota. Entretanto em nenhum momento é ressaltado o principal protagonista: a lavanda.

Diria que dar ênfase ao aspecto amadeirado da composição mira de maneira errada na alma do perfume, que está mais para uma reinterpretação de qualidade dos perfumes fougéres clássicos, onde de fato a estrutura fougere está apoiada no patchouli, no almíscar e no sândalo mas permite que a lavanda e coumarina brilhem junto com os cítricos que são de fato destacados na composição.

Homem Bleu abre com uma lavanda natural, que é possível de ser percebida dado as conotações herbais e levemente sujas que um acorde sintético de lavanda não costuma ter. Há uma utilização muito inteligente e moderada de dihidromircenol para dar um toque mais moderno e levemente metálico mas sem roubar o protagonismo da lavanda. Os cítricos harmonizam bem com ela e complementam o frescor herbal da fragrância.

É possível perceber um aspecto meio amendoado e meio verde junto com a lavanda e que tem todas as características da coumarina, muito utilizada para fazer o papel de fava tonka em fougeres clássicos. A forma como o perfume evolui aponta para uma estrutura assim também, que em vez de usar o aroma terroso do musgo de carvalho moderniza a ideia tornando com bastante musk, um amadeirado discreto e cremoso de sândalo e um patchouli mais moderno e luminoso.

Homem Bleu de fato fixa muito bem e tem projeção, mas não é um perfume super intenso. É uma interpretação relaxada, casual e bem harmonizada da temática azul, entregando um fougere clássico que funciona como uma boa calça jeans azul: confortável de usar e se adequando nas mais diferentes ocasiões.