27 de abr. de 2020

Widian London - Avaliação Perfume


A Widian é para mim o tipo de marca que eu mais desprezo na perfumaria, a que existe meramente por interesses comerciais em detrimento de uma visão artística ou criativa. Eu vejo na Widian algo que alterna entre a ausência de originalidade e ausência de bom gosto e a presença de bom gosto mas com ausência de originalidade. Caso de sua criação London.

A descrição do conceito de London é típica de quem não tem ideias artísticas ou criativa e precisa encaixar um monte de bobagens pseudo-sofisticadas para parecer luxuoso e precioso - por exemplo, que o intricado desenho em ouro no frasco acrescenta à exclusividade e elegância da fragrância. Eu particularmente diria que é o brega ostentação tentando se passar por luxo.

Com relação ao aroma em si, como dito London tem bom gosto e nenhuma originalidade. O perfume é basicamente mais uma variação ao couro frutado do perfume Tuscan Leather de Tom Ford. Não é uma versão literal do perfume para que não seja um plágio descarado, mas o DNA está lá: o aroma frutado adocicado, o couro com nuances de tabaco, as notas ambaradas de fundo.

Widian London pode ser visto como uma versão menos agressiva da ideia ou talvez também uma versão mais tediosa e sem personalidade, dependendo do quão bondoso você deseja ser com a marca. De qualquer forma, continua sendo um perfume que não acrescenta nada de novo em uma marca que não faria falta nenhuma se não existisse.