11 de mai. de 2020

Armani Prive Orangerie Venise - Avaliação Perfume



Apostando no mesmo mercado que muitas marcas de prestígio e de nicho são bem sucedidas a linha Armani Prive Les Eaux oferece fragrâncias mais refrescantes e leves por um preço premium aos que estão dispostos a pagar por tal luxo. Afinal, se Tom Ford e Xerjoff conseguem vender perfumes cítricos a preço de ouro, a Armani também consegue.

Para Orangerie Venise a marca além de apostar numa versão glamurizada de uma Eau de Cologne faz questão de enfatizar o que muitos procuram em um perfume de luxo: performance. Orangerie Venise seria, então, um perfume de aroma apetitoso elegante e de longa duração, um perfume que procura capturar as diferentes facetas da laranja amarga e garantir o que é prometido na descrição por uma base amadeirada de cedro, musgo e ambroxan.

Não se pode dizer que o perfume não entrega o que se propõe mesmo que eu particularmente não pagaria 175 dólares por um cítrico de boa fixação. Mas para quem paga, Orangerie é tudo que promete: uma saída suculenta de laranja meia amarga um aroma floral equilibrado resfrescante e uma base mais amadeirada e com um aspecto meio ambarado, uma base que segura a fragrância para garantir a performance prometida. Sofisticado o suficiente para uma Eaux de Cologne de luxo mas sem muitas novidades dentro da temática cítrica de luxo.