27 de mai. de 2020

Avatim Gigi - Avaliação Perfume



Ganhe 5% off no decant de Seleto com o cupom PDDEGUIDO5:
https://rb.gy/hfn5yi

Eu consigo ver na marca bahiana Avatim muitas coisas em comum com a Mahogany. Ambas se destacam por excelentes linhas complementares aos perfumes, focam mais na qualidade dos seus produtos do que no marketing e prezam por um crescimento orgânico de seus negócios, algo que não fira quem são em sua essência. Ambas ainda tentam conquistar o consumidor fazendo leituras nacionais de sucessos internacionais, com a diferença de que a Avatim tem um olhar mais atento a estética e apresentação final de seu produto.

Gigi é uma prova disso e um dos seus diferenciais que o eleva no mercado nacional é justamente uma apresentação adorável, luxuosa e bem pensada para conquistar o público feminino. Criado para celebrar os 15 anos de existência da marca é dito que o perfume GiGi é inspirado em mulheres fortes, decididas e elegantes. Pesquisando mais a respeito do perfume encontra-se que Gigi foi inspirado em uma das fundadoras da Avatim e baseado em fragrâncias que remetem a vida da fundadora.

É interessante como em termos de apresentação e fragrância Gigi parece fazer uma leitura muito bem sucedida de um perfume importado que fez um bom sucesso de vendas, Givenchy Ange ou Demon. Assim como Ange ou Demon Gigi possui uma apresentação que remete a uma jóia luxuosa e casa com a estética rica e sensual do aroma oriental floral que ambos possuem.

Pessoalmente é como se Gigi fosse inspirado em tal perfume, o que casa com a narrativa de que ele teria sido inspirado em um dos favoritos da fundadora. Consigo vê-la solicitando um perfume que mantivesse a essência do original porém fosse mais intenso no aroma floral branco e com uma doçura extra, diminuindo o aspecto ambarado e a nota de açafrão na pele. Isso ajuda a dar uma identidade própria a Gigi mas mantém em essência o aspecto sensual da fragrância.

A saída passa a ter um aspecto meio amendoado e frutado e há uma doçura extra que envolve a fragrância desde os primeiros momentos. As flores brancas se apresentam mais frutadas e suculentas aqui e percebe-se com mais intensidade o aroma da fava tonka, reforçando o aspecto amendoado e ajudando a quebrar parte da doçura do perfume com suas nuances de grama e feno. De fundo o lado mais ambarado e seco acaba sendo suavizado para que algo mais cremoso e com mais ênfase em baunilha se destaque na pele. Gigi tem um comportamente entre um edt e um edp e é um perfume voluptuoso na pele, evoluindo de maneira graciosa e quente, mostrando um cuidado em manter a sedução da saída até o fim. Ainda que peque na originalidade a forma coesa e luxuosa como tudo é construído o torna um produto vencedor e de excelente custo-benefício.