4 de mai. de 2020

Beaufort London Lignum Vitae - Avaliação Perfume


Uma coisa que não é tão simples de ser feita quando se pensa em perfumaria de forma comercial é a junção do nicho/artístico com o mais popular. Nem sempre o que na teoria parece interessante funciona e conseguir aliar inovação com familiariedade e execução impecável é uma proeza. A marca britânica de nicho Beaufort London faz isso com Lignum Vitae.

Inspirada pela madeira de origem Sul-Americana e que foi usada pelos relojoeiros britânicos no século 18 para construir os primeiros cronômetros marinhos precisos, Lignum Vitae de fato consegue combinar elementos de madeira,sal e metal para criar algo familiar e inovador. Não é sempre que se vê um híbrido de um perfume amadeirado, aquático e gourmand salgado.

Como isso é possível? Com a escolha de um material único na perfumaria que dosado corretamente é capaz de passar essas facetas. Na minha saga pelo desenvolvimento artesanal de um perfume de café comprei um material sintético que é vendido como gourmand mas que vai muito além disso: Levistamel. Concentrado, é um material que tem um cheiro de fato doce e torrado ao mesmo tempo que é metálico, me lembrando do cheiro dos metais que meu tio soldava quando consertava placas de computador.

Lignum Vitae faz um uso inovador desse material, dosando ele em um ponto onde tanto o aspecto gourmand como o metálico são sugeridos, criando uma aura inicial exótica. Ela é sustentada por um aroma brilhante e aquático, levemente salgado, que tem nuances cítricas e aromáticas - algo na linha de um acqua di gió porém exótico. Conforme evolui, um aroma amadeirado, aconchegante e cremoso se desenvolve na pele junto com uma nuance secundária de musk. Tudo é bem estruturado aqui, é interessante como cada elemento se encaixa e como o todo é familiar e diferente ao mesmo tempo. Certamente um triunfo de criatividade e execução da marca e seu perfumista.