28 de mai. de 2020

Nuancie Lost Cherry - Avaliação Perfume Contratipo (Tom Ford Lost Cherry)



Junto com a In The Box e a Thera Cosméticos a empresa Nuancie pode ser vista como uma das protagonistas da nova fase que a perfumaria de contratipos e inspirações tem vivido no Brasil. Mesmo com apenas 3-4 anos de existência no mercado a Nuancie já mostrou que é uma das novas empresas que vive a excelência em perfumes inspirados, constantemente evoluindo suas apresentações e diversificando suas inspirações para trazer com sofisticação tanto perfumes populares e conhecidos como criações mais exclusivas e cobiçadas.

Moriah faz parte de uma linha mais premium da Nuancie focada principalmente em perfumes de nicho ou perfumes mais exclusivos e de tiragem limitada. Aqui a marca mira em oferecer a sua versão do Tom Ford Lost Cherry, um perfume que encantou a muitos pela propaganda provocante e pela promessa de um aroma suculento de cerejas. Aliás, chega a ser intrigante/confuso que um perfume de aura tão provocante e com duplo sentido receba um contratipo/inspirado com uma referência bíblica ao Monte Moriá.

Partindo de Moriah a impressão que eu tenho com relação a Nuancie é a de uma marca mais pragmática em seus inspirados - ela não mexe na performance ou estrutura do aroma para se adaptar ao público. Moriah se aproxima de Lost Cherry tanto para o bem como para o mal. Para o bem o perfume captura muito bem o aroma meio amargo, medicinal e licoroso de amêndoas, trazendo uma saída bem realista e próxima a inspiração.

Infelizmente Moriah segue também o mesmo aspecto que me decepciona em Lost Cherry e não segura o aroma suculento e intenso das cerejas, evoluindo para algo mais floral e um pouco mais discreto. Moriah acaba diferindo de Lost Cherry pois seu lado floral não consegue transmitir o cheiro de flor de cerejeira que o Lost Cherry possui. Na base o perfume acaba equilibrando um pouco mais o aspecto amadeirado que o original possui, permitindo que a baunilha se ressalte um pouco mais. Assim como Lost Cherry Moriah tem uma fixação e projeção média, que provavelmente deve ficar mais intensa e marcante nas regiões mais quentes do Brasil. É uma alternativa acessível e bem feita ao Lost Cherry mas uma que não oferece uma cereja evidente do começo ao fim da fragrância.