9 de jun. de 2020

In The Box Code Promen - Avaliação Perfume Contratipo (Armani Code Profumo)


Frasco disponível na In The Box: https://rb.gy/oamu7b
Decant disponível na Guido Decants: https://rb.gy/9dhjdg


A In The Box lançou Code Promen quando criou sua linha de inspirações com perfumes que foram bem-sucedidos e que fogem do que é mais comum de se ver dentro das linhas mais tradicionais de contratipos. O perfume que ele se inspira é o Armani Code Profumo, lançado em 2016 e infelizmente deixando seus fãs órfãos com a sua descontinuação.

Code Promen acaba servindo como uma possibilidade de substituição ao Code Profumo, que já não é tão fácil de ser achado. Ao mesmo tempo acaba sendo uma escolha interessante pois a In The Box poderia ter ido pelo caminho mais óbvio de oferecer uma inspiração do Armani Code tradicional, mais conhecido. Em vez disso a marca opta por um flanker de aroma mais rico e oferecendo ao seu público um perfume mais limitado de se achar.

Ainda que seja redundante dizer isso é sempre bom lembrar que contratipos não reproduzem de maneira literal o perfume em que se inspiram, chegando muito próximo mas as vezes com detalhes que mudam e podem influenciar bastante a percepção. É o meu caso com Code Promen, que fica num nível médio de semelhança ao meu olfato. Isso acontece pois o original possuía uma nota forte de um couro seco e agressivo e que eu não percebo de maneira evidente na versão da In The Box.

Ainda que isso seja um problema em termos de similaridade a ausência desse lado mais agressivo permite que a semelhança com o Armani Code Men se torne mais evidente e tirando esse aspecto Code Promen se assemelha muito da sua inspiração, Code Profumo. A combinação de fava tonka, lavanda e cardamomo domina o perfume é parece uma versão mais robusta e intensa da ideia presente no Armani Code Men. O aspecto frutado de maçã verde é bem discreto e parece contribuir com um toque frutado verde que rapidamente some na abertura. A fava tonka é um pouco mais doce, com um aspecto açúcarado que surge no fim da evolução, junto com a base de madeiras, musk e ambar. Tudo é feito para garantir um perfume que dura na pele mas que é mais comportado, sem dominar o ambiente, servindo como uma opção versátil para uso cotidiano.