11 de jul. de 2020

Amberfig Bittersweet - Avaliação Perfume


A ideia em Bittersweet é trabalhar os opostos aromáticos que não apenas se atraem mas se complementam muito bem. É possível dizer que temos dois níveis de opostos nesse perfume, convivendo muito bem. No nível da composição em si, temos a harmonia de perfumes cítricos versus a doçura dos perfumes gourmands. No nível das ideias e criatividade temos a perfumaria indie e artística em harmonia com a perfumaria comercial.

Por mais que bittersweet possa trazer a noção de um perfume que tenha mistura de tristeza e alegria na verdade ele é um perfume bem alegre, aconchegante e nem um pouco amargo. Talvez a ideia do agridoce viesse da combinação das diversas nuances de cítricos versus o centro de baunilha, porém a sinergia dos dois dá uma lado mais licoroso e cremoso ao cítrico de maneira que suas arestas mais 'amargas' acabam não sendo evidentes.

Essa é uma composição que mostra como você utiliza o que determinados materiais naturais tem em comum para amplificar uma determinada nota da composição. O principal responsável por trazer o aroma cítrico de limão siciliano a Bittersweet por incrível que pareça não é o limão em si, mas sim a litsea cubeba em combinação com a murta limão, amplificando a quantidade de citral e limoneno da composição e trazendo mais nuances a ideia do limão siciliano em si. O uso da noz moscada e da alcarávia é uma maneira interessante de trazer um lado especiado mais complexo e que ainda sim case bem com as nuances cítrica da composição.

Esse lado mais cítrico e mais artístico e arriscado é contraposto pela doçura da baunilha, de um toque de açúcar e dos musks. Esses 3 juntos desempenham a função de chocolate branco, um chocolate que ganha um aspecto amêndoado de fava tonka. O Acorde ambarado me parece ser trabalhado ao redor do patchouli e na proporção que é utilizada ajuda a ressaltar o aspecto mais canforado do patchouli e manter parte do frescor cítrico da composição. Bitterswet vai aos poucos se transformando num aconchegante perfume segunda pele onde uma leve doçura e a maciez dos musks terminam essa sinfonia onde há muita cooperação entre os opostos aromáticos.