28 de out. de 2020

Avon Black Essential Leather - Avaliação Perfume

 



Definitivamente a linha Black Essential caiu nos gostos do público brasileiro mesmo tendo problemas de performance, o que é compensado pelo excelente preço e boas promoções da Avon Brasileira. Após o grande sucesso do perfume Black Essential Intense a marca resolveu em nosso território resgatar um flanker de 2010 e que não tinha sido lançado por aqui, o perfume Black Suede Leather.


Rebatizado de Black Essential Leather o aroma e a proposta não mudam em relação ao original de 2010: um perfume sedutor, rebelde e misterioso feito como uma nova interpretação do clássico Black Suede. Dessa vez o aroma de couro é suavizado e ganha nuances de gengibre, flor de tabaco, ervas aromáticas, cedro, vetiver e ambar.


Nos primeiros minutos na pele Black Essential Leather é bem promissor, como se fosse uma versão  elegante e mais simples do clássico Cartier Declaration. Temos aqui uma base amadeirada mineral com nuances macias de couro em contraste com uma saída fresca e especiada de cardamomo, gengibre, noz moscada. A flor de tabaco e o tabaco em si fazem o papel de evolução entre saída e fundo mas não há nada muito seco, defumado ou com aroma de mel e que possa remeter a tabaco. 


Infelizmente como outros perfumes da linha Black Essential a versão Leather também decepciona em termos de performance na pele. Ainda que seja mais encorpado na saída assim que passa 2 horas o perfume praticamente desaparece e será necessário reaplicá-lo. A Avon poderia aumentar a concentração dessa linha, mesmo que a um preço mais alto, para que o verdadeiro potencial das fragrâncias pudesse aparecer.