4 de nov. de 2020

Boticário Malbec Flame - Avaliação Perfume

 


Adquira o decant com 5% de desconto (PDDEGUIDO5): https://rb.gy/4avzr4


No novo flanker do perfume Malbec a Boticário parece atingir o ápice de suas descrições fantasiosas e absurdas porém esse é um dos poucos perfumes da marca em 2020 que pelo menos consegue fazer com que conceito e fragrância andem na mesma direção. Ainda sim, é realmente forçar a barra que a marca utilizou de fato uvas que nascem nas encostas do vulcão italiano Etna para criar uma fragrância masculina que "acenda seu poder de tração e traga confiança". Chega até a ser cômico imaginar a marca indo até a Itália ou importando uvas especiais apenas para fazer o seu novo flanker do perfume Malbec.

Deixando de lado os conceitos idiotas de Malbec Flame temos aqui mais um bom acréscimo a linha Malbec - que a marca continua a expandir ano após ano já que Malbec é seu perfume mais vendido, logo tem muito público disposto a consumir suas variações. Pelo menos Flame é um dos que parece resgatar a assinatura olfativa do perfume Malbec e explorá-la em variações interessantes, mesclando algo entre um chypre amadeirado e um chypre gourmand para de fato trazer algo quente e sensual.


É preciso ressaltar que no calor e no frio Malbec Flame se comporta bem diferente e isso muda a apreciação de sua fragrância. Em temperaturas mais quentes as notas mais ambaradas e resinosas tomam conta de seu aroma e atropelam os aspectos mais delicados e interessantes de sua fragrância, anulando seu lado mais chypre e tornando Malbec Flame mais do mesmo que está por aí.


No frio é que o perfume realmente se revela como algo complexo, refinado e interessante. Na saída de Malbec Flame temos o retorno do aroma mais frutado e meio ácido das uvas em contraste com o frescor do cardamomo, acompanhado de notas cítrica e frutadas mais leves. Isso rapidamente leva a um aroma mais apimentado e seco com um leve aspecto licoroso em seguida. Surge um aspecto meio adocicado e torrado que parece ser efeito da avelã e faz uma ponte para a etapa final da composição.


Na base e em dias frios Malbec Flame revela seu aspecto mais sofisticado - uma versão chypre e amadeirada da mesma ideia do Malbec Absoluto, um dos melhores flankers da linha. A diferença é que Malbec Flame acrescenta uma boa dose de madeiras, resinas ambaradas e trás uma espécie de doçura meio licorosa e meio defumada que é muitíssimo interessante. A base se mostra bem complexa e chega a ter duas etapas de evolução - a primeira mais quente, doce e licorosa e a segunda mais chypre, amadeirada e aveludada. 

Malbec Flame possui excelente performance e é um dos perfumes mais complexos e desenvolvidos da marca esse ano. Não é uma fragrância que funciona no calor e também não é um Malbec que irá mudar sua opinião com relação a linha. Ainda sim, dado o que a Boticário tem feito ultimamente é um que surpreende positivamente quando se deixa a descrição ridícula de lado.