16 de nov. de 2020

Natura Homem Verse - Avaliação Perfume

 


Adquira o decant com 5% de desconto (PDDEGUIDO5): https://rb.gy/umcxb4


O novo lançamento da linha Natura Homem vêm com um conceito que parece ser justamente o que a Natura está precisando fazer nesse momento. Com um frasco prata metalizado, Homem Verse diz ser um convite para se ver e se enxergar de forma mais profunda em busca de autoconhecimento e transformação. O problema é que Verse e outros lançamentos da Natura desse ano pecaram justamente na falta de profundidade, autoconhecimento e transformação.


Não que esse problema seja exclusivo da Natura, é generalizado no mercado de perfumaria como um todo - nacional, importado, comercial e de nicho. A perfumaria continua rodando de uma maneira quase automática, impelida por lançamentos para manter o apetite voraz do consumidor. Mas são lançamentos que como Verse não trazem nada de novo e são engolidos pelo girar constante da roda.


O que se pode dizer de positivo aqui é que fragrância e proposta olfativa pelo menos conversam entre si no que diz respeito a ideia de um amadeirado mineral metalizado. Não temos de fato o amadeirado intenso da proposta - Homem Verse está mais para uma amadeirado mineral que interpreta elementos da família aromática e fougere sob a ótica metalizada proposta pela fragrância.


Homem verse abre bem cítrico e com um pouco do frescor aromático prevalecente da década de 90 em diante. Rapidamente surge um lado mais herbal e aromático - um mix que remete a lavanda e ervas frescas mentoladas, como se tivesse hortelã ou talvez menta presente. A lavanda surge de maneira bem transparente e leve e conduz para a base amadeirada mineral e é ela uma das responsáveis por trazer a ideia um pouco metálica da fragrância. 


Na etapa final Homem Verse é dominado por um vetiver desprovido de seu aspecto mais verde e denso, como se fosse um vetiver mineral feito a partir de iso e super. O Breu branco não é tão evidente e apenas confere um leve resinoso aqui, talvez apoiado em alguma outra resina adocicada. A performance de Homem Verse não decepciona mas também não brilha os olhos. É um perfume bem esquecível, agradável porém raso na forma como aborda seu conceito, e uma fragrância que soa fraca comparada com toda a linha Natura Homem.