17 de dez. de 2020

Bond No 9 Nolita - Avaliação Perfume

 


À venda em Hautt - Alta Perfumaria: https://www.facebook.com/HauttAltaPerfumaria

Ainda que seja compreensível que a Bond No 9 aposte em florais frescos para conquistar o público feminino a marca vai longe demais com isso em Nolita. Feito para homenagear o bairro de Nova Iorque conhecido como "North of Little Italy", a marca não cria nenhuma narrativa olfativa que explique a ligação entre uma fragrância feminina de frésia e um bairro que é descrito como um dos pontos mais quentes do centro da cidade.

E mesmo sem alguma narrativa olfativa coerente Nolita ainda assim é decepcionante. Enquanto outros florais frescos da Bond No 9 possuem uma certa coerência em sua evolução Nolita parece desconexo. Seu aroma abre com um floral fresco e limpo de frésia e tangerina, a parte mais interessante da composição e bem agradável do ponto de vista do aroma em si. Mas a forma como evolue deixa a desejar.

Há um corpo floral que parece indicar sofisticação pela combinação de jasmim sambac, lírio e rosa porém a forma como tais flores são utilizadas é bem anêmica, incodizente até mesmo com os lábios carnudos da embalagem. O que temos mais é um aroma floral pálido e esquelético que rapidamente vai para um musk ambarado que parece mais saído de um perfume masculino ruim, como se fosse o fim de uma fragrância masculina misturada com suor corporal. A performance nesse caso por sorte é média, de maneira que Nolita ainda que se mostre desagradável no fim de sua evolução não é uma fragrância gritante. Simplesmente é um dos produtos da marca que não faz sentido nem do ponto de vista da homenagem nem do ponto de vista do aroma em si.