4 de dez. de 2020

Hugo Boss The Scent Absolute - Avaliação Perfume

 



Adquira o decant com 5% de desconto (PDDEGUIDO5): https://rb.gy/0i9t0t


The Scent Absolute surpreende por ser algo mais maduro e sofisticado, algo que eu não associaria com a marca Hugo Boss, a qual deixei de testar pelo estilo repetitivo e fresco das criações. É certo que ainda temos uma fragrância calibrada e equilibrada para não ser tão difícil de usar porém a marca e o perfumista fizeram um bom exercício de encaixar acordes exóticos e diferentes dentro de uma estrutura redonda e elegante.

Visto como uma versão mais encorpada e marcante do perfume The Scent, The Scent Absolute é uma espécie de amadeirado terroso de nuances frutadas e licorosas. A marca surfa a tendência de utilização de notas naturais exóticas e distintas para criar uma fragrância sofisticada e bem adulta que gira ao redor do gengibre, maninka fruit, raízes mondia e vetiver.

O Gengibre em Boss The Scent Absolute é o responsável pela abertura da composição, trazendo um aspecto cítrico picante e terroso, algo que remete mais ao gengibre no momento que ele está sendo cortado. O Acorde de Maninka fruit cria uma certa doçura na composição que é como se fossem frutas vermelhas mergulhadas em chocolate, ao passo que as raízes mondia são utilizadas para trazer um aspecto de baunilha e licor a ideia ao mesmo tempo que continuam a temática do gengibre. Na base o vetiver cria um aspecto amadeirado e terroso ao mesmo tempo que é trabalhado junto com musks e materiais minerais para entregar uma última fase mais macia e transparente na pele.

Talvez uma das únicas decepções é que The Scent Absolute performa mais como um edt do que um edp na pele, tendo maior evidência nas 4 primeiras horas e ficando sutil depois. Ainda sim é uma fragrância exótica e equilibrada, algo nem sempre fácil de ser atingido, e que foge o padrão da Hugo Boss. Uma grata surpresa.