11 de mar. de 2021

Amouage Beloved Man - Avaliação Perfume


Beloved Man já nos dava indícios de uma mudança na Amouage ainda que o perfume Fate Man tenha sido conceitualizado pela Amouage como o fim do primeiro capítulo criativo da empresa. Beloved Woman tinha sido criado em 2012 como uma fragrância romântica e com um toque clássico exclusivamente para a Harrods. Com o sucesso da versão feminina em 2013 surgiu o masculino, inspirado num filme dos anos 80 (Em Algum Lugar do Passado) e com o conceito de trazer a lembrança de alguém amado.

É interessante que a primeira vez que o senti seu cheiro me lembrou o aroma ambarado e especiado do One Million, interpretado de uma maneira mais equilibrada.Sentindo-o novamente hoje seu aroma resinoso e amadeirado me parece descender diretamente de perfumes como Gucci Pour Homme e Comme des Garçons 2 Man. Há essa espécie de fantasma familiar com outros perfumes, uma semelhança difícil de ser apontada precisamente.

A fragrância abre na pele com um aroma cítrico e especiado, como se pegasse o aspecto mais adstringente dos cítricos e combinasse a um aroma seco de pimenta e cremoso de cardamomo. O elemi é evidente dando um toque mais resinoso e fresco e que torna a saída mais misteriosa. Na evolução o açafrão aparece de maneira mais metálica e se combina ao lado fresco e verde do gerânio. Iris e jasmim são usados de maneira secundária para prover um aspecto romântico e levemente terroso.

Na fase final é possível perceber que o aroma resinoso do elemi permanece e é complementado por uma base amadeirada e ambarada que é bem presente na perfumaria masculina dos últimos anos. O uso do couro e da madeira de guaiac nos traz um aroma um pouco mais seco e um toque rústico que contrasta bem com o aspecto de incenso do elemi e com o lado mais ambarado. Beloved Man captura bem a ideia do aconchego romântico e de lembranças da pessoa amada mas é uma das fragrâncias mais 'comerciais' que a Amouage já fez em sua história e isso joga contra ela devido ao preço cobrado.