11 de mar. de 2021

Amouage Jubilation 25 - Avaliação Perfume

 

A dupla de perfumes Jubilation da grife árabe Amouage não marca apenas a celebração de 25 anos da grife. Ambos são um ponto de partida para uma nova era que tornou a marca mais conhecida e ainda mais admirada, uma era que tem mostrado uma direção artística de qualidade aliada a perfumes complexos, bem elaborados, que cativam do começo ao fim de sua evolução.

Se com a criação masculina a grife celebra com luxo tendências atuais, com o feminino ela homenageia o passado da perfumaria e uma das famílias olfativas nascidas no ínicio do século 19, os perfumes chypres. Jubilation 25 não é apenas um chypre, é um chypre majestoso, grande do começo ao fim, de textura rica, aroma marcante e de evolução complexa do começo ao fim. No melhor estilo do passado, cada fase sua é como se fosse um perfume em si. 

A saída de Jubilation 25 consegue me transmitir uma aura que é ao mesmo tempo áustera e sensual, masculina e feminina, com uma rosa de aroma mais seco combinada a um ylang mais carnal em seu aroma e a uma combinação cítrica e herbal que dá o frescor que se esperaria de um perfume chypre clássico em seus primeiros momentos. 

Em um segundo momento, Jubilation 25 deixa o foco de lado na aura floral e caminha para um exuberante coração onde um aroma quase frutal, que remete a ameixas, está combinado a um cheiro musgoso quente e incensado. Por último, 25 se mostra amadeirado e de um aroma um pouco doce na pele, de uma doçura meio resinosa, meio incensada. 

Jubilation 25 evoca os grandes chypres do passado e faz justiça a família na qual é classíficado, apresentando toda a dinâmica e complexidade que se espera de um bom chypre clássico na pele. É simplesmente outra criação fantástica de uma grife que demonstra, em muitas de suas criações, o que deveria ser padrão, e não exceção, no mundo da perfumaria.