30 de mar. de 2021

Celine Haute Parfumerie Eau de Californie - Avaliação do Perfume


Dentro da proposta chique e romântica da coleção Celine Eau de Californie se destaca para mim como algo que consegue unir algo mais excêntrico a uma execução mais fácil de ser usada. A ideia aqui é criar um perfume solar que seja um tributo a California, uma espécie de memória olfativa de Hedi Slimani e o período de 10 anos que ele passou lá. 

Heidi escolhe o palo santo como o fio condutor dessa homenagem a Califórnia, algo que é intrigante para mim mas que não há muitas explicações conceituais infelizmente. Apenas posso imaginar um aspecto místico unido a algo mais relaxado e despreocupado a partir do que o perfume me transmite com seu aroma.

A madeira de palo santo tem aspectos frescos, defumados, cremosos e levemente adocicados e essas facetas são capturadas de maneira realística aqui. Ainda que tenhamos bergamota logo na saída é possível perceber o típico aroma resinoso e seco do palo santo, trazendo uma ideia ritualística logo de cara. Conforme evolui o lado mais fresco se torna evidente e percebo uma nuance de raiz que me faz pensar em gengibre devido a um contraste entre picância e frescor. O perfume evolui para uma direção limpa e amadeirada, algo macio com um toque de musgo e um amadeirado que me faz pensar em raizes de vetiver. Nessa fase é como se Eau de Californie fosse uma versão mais mística e defumada do Prada Amber Pour Homme. É uma fragrância fácil de usar ao mesmo tempo que se destaca com um toque de originalidade e até o momento é o meu destaque dentro da coleção da Celine.