18 de mar. de 2021

Natura Luna Valentia - Avaliação Perfume


Adquira o decant com 5% desconto (cupom PDDEGUIDO): https://rb.gy/dyfwn3

Em Luna Valentia a Natura cita uma suposta flor da mertamofose, que seria única e surpreendente e seria um grande protagonista em seu chipre intenso. A verdade é que a marca sequer se dá ao trabalho de explicar que flor é essa, qual é seu cheiro e como ela influencia Luna Valentia. É uma invenção desnecessária em um chypre moderno que faz muito bem seu papel.


Valentia é de fato uma fragrância chypre corajosa e que celebra o desamarrar de demandas impostas e caminho impostos. Isso se reflete na natureza de seu aroma chypre, que entre ser familiar e ser exótico escolhe ambos e faz assim seu próprio caminho. A mulher de Luna Valentina escolhe ter o aspecto mais amadeirado e exótico dos perfumes chypres e a doçura mais floral das criações modernas.

Na saída temos um acorde suculento e redondo de diversas frutas e uma pitada discreta da pimenta. No corpo temos uma combinação sensual e aveludada de jasmim e rosa, com o muguet trazendo mais luminosidade e um leve toque verde. E no fundo o aroma ambarado e terroso do chypre com um toque adocicado e amendoado. Valentia tem de tudo um pouco, com um rastro quente, envolvente, familiar e distinto ao mesmo tempo.

Esse é uma espécie de perfume metamórfico e independe da flor imaginária propagandeada pela marca. Seu aroma na fita e na revista revela com força as notas amadeiras e ambaradas e traz o aspecto mais herbal e exótico da priprioca. Na pele sua fragrância mostra-se mais voluptuosa e sensual. É necessário testá-lo com calma para avaliar seu verdadeiro potencial.