26 de abr. de 2021

Mancera Instant Crush - Avaliação do Perfume


Instant Crush põe em evidência um problema da perfumaria que existe desde sempre mas que se tornou muito claro nessa época que vivemos de muitos lançamentos: o limite entre a criação, inspiração e a cópia. Num mundo onde as pessoas buscam o que é familiar e confortável as marcas procuram atender isso e mexer ligeiramente com ideias que já fizeram sucesso, numa tentativa de oferecer mais do mesmo, só que diferente. 

Eu vejo isso em Instant Crush, uma fragrância que trabalha em cima de um trio de rosa, jasmim e ambar para trazer um mix de sensualidade e romance. A marca o descreve como uma onda de elegância que além disso combinaria frutas cítricas e sândao com baunilha e gengibre. E não duvido que esses elementos estejam aí, porém essa história funciona mais como uma cortina de fumaça para o fato de que essa é a versão da Mancera para o perfume Baccarat Rouge de Francis Kurkdjian.

A marca trabalha com o mesmo combo de ambroxan + açafrão + notas adocicadas que tornaram Baccarat Rouge tão famoso e bem aceito. É uma combinação de sucesso, aconchegante, elegante e com uma doçura que as pessoas gostam. A marca se esforça para trazer algo que seja diferente - o ambar é mais seco aqui, mais evidente e a saída mais cítrica mascara o efeito da similaridade. Porém ela está lá e duvido que seja coincidência. Para um perfume que se chama paixonite instantânea a criação da Mancera funciona bem e tem até um custoXbenefício melhor que o perfume que ela se inspira. Ainda sim se o que você procura é a combinação de rosa, jasmim e ambar você não irá achar aqui. Sensualidade? Sim. Romance? Talvez mais um peguete de balada de fato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Commentários/Comments