27 de abr. de 2021

Mancera Red Tobacco - Avaliação Perfume


Diferente de outros perfumes da marca em Red Tobacco as semelhanças olfativas jogam a favor da Mancera em vez de desfavorecerem criticamente a criação. Aqui a marca propõe algo quente e hipnotizante, potente e sexy. Para isso a ideia e descrita de forma simples: tabaco cubano e especiarias. A implementação, porém, passa bem longe da simplicidade.

Acredito que seja bem provável que a Mancera Utilize o absoluto da folha de tabaco em tal composição, um material difícil de ser trabalhado pois tende a ter um delicioso aroma mas que é rente a pele. A marca constrói então uma complexa fantasia ao redor dessa tabaco onde especiarias, notas frutadas, madeiras, flores e toques gourmands dão a riqueza e exaltam a nobreza desse tabaco.

Me chama a atenção que a marca não tenha listado a presença do cedro vermelho na pirâmide, pois seu aroma amadeirado doce, fresco e frutado é bem perceptível junto com o aroma defumado e herbal do tabaco. O açafrão atua para elevar a potência do mesmo e junto com a canela e a noz moscada dão um contraste especiado diversificado, entre o quente, amadeirado e seco.

Ao redor desse tabaco temos um patchouli quente, brilhante e levemente terroso ajudando a criar a harmonia. Junto a baunilha e o ambar eles criam um contraste redondo e sensual ao perfume. As madeiras são trabalhadas de maneira complexa e é difícil perceber os detalhes do oud, vetiver, sandalo e guaiac. A presença do jasmim tbm é sutil, servindo para trazer uma sensualidade subliminar à composição. Red Tobacco é um perfume que pode até remeter a alguns da Parfums de Marly e ao Herrera Mystery Tobacco. Entretanto a execução da Montale é impecável nos detalhes e entrega uma fragrância de tabaco de primeirissa qualidade.

Nenhum comentário: