3 de mai. de 2021

Mancera Aoud Orchid - Avaliação do Perfume


A utilização do nome aoud ou do termo oud se tornou uma espécie de buzzword para a Mancera e Montale - um termo muito utilizado pela marca mas que foi perdendo o sentido ao longo de sua jornada e seus diversos lançados. Mas se for para ser justo isso é uma liberdade criativa que acaba acontecendo com todas as notas na perfumaria, o oud apenas ganha o destaque por estar ainda muito em voga.

Ainda que Aoud Orchid leve o nome de Aoud o foco não é nele, e sim na orquídea. A marca descreve a fragrância como uma experiência sensual que combina a orquídea, notas cítricas frescas e intensas nodas amadeiradas. A parte das intensas notas amadeiradas parece ficar mais na descrição do que na pele de fato e a fragrância é como se fosse uma oferta da Mancera bem voltada ao público ocidental. 

Aoud Orchid abre com um aroma onde temos o toque aveludado e adocicado do pêssego com a cremosidade lactônica do coco e o lado adocicado e fresco da mandarina. A fragrância logo evolui para trazer um aroma floral que parece capturar uma orquídea de aroma aveludado, macio e com um leve aspecto branco. Após isso o perfume evolui para uma base macia onde o musk cremoso junto com a baunilha cria o pano de fundo para a orquídea. Patchouli, ambar e notas amadeiradas apenas são coadjuvantes em uma delicada dança floral e frutal. Aoud Orchid me pareceu ser uma das fragrâncias mais leves da Mancera e uma que parece tender um pouco mais para uma perfumaria comercial do que exclusiva ou de nicho de fato.