22 de jun. de 2021

Yves Saint Laurent Y Le Parfum - Avaliação Perfume


Adquira o decant com 7% de desconto usando o cupom PERRELLA7:
https://www.thekingofdecants.com.br/produtos/yves-saint-laurent-y-le-parfum-lancamento/

Avaliação em vídeo:
https://www.youtube.com/watch?v=6terJE0Q-Uk&t=1s

Em termos de concentrações o mercado de fragrâncias masculinas deu um salto rápido em pouco tempo. Até 2000 quase não existiam EDPs, entre 2000 e 2010 passamos a ver essa concentração de maneira mais evidente e na última década os Parfums começaram a se tornar parte do quotidiano da perfumaria masculina.

Ainda há, porém, uma distorção na ideia do que pode ser um Parfum. De um lado a indústria sempre vendeu a fantasia de que um extrato/parfum deveria ser caro e vir em quantidades pequenas, o que entra em conflito com o que o público masculino quer. De outro lado há uma ideia distorcida do público que quanto maior a concentração maior a intensidade/performance, o que não é sempre verdade.

Y Le Parfum se encaixa nesse contexto tanto para o bem quanto para o mal. Sua fragrância é vendida como uma versão mais intensa e do perfume masculino Y. É vendido a fantasia de um fougère mais dark que combina frescor e intensidade em um mesmo perfume.

Há algum descolamento aí entre o que o marketing desejava criar e o que foi passado para o perfumista. Y Le Parfum tenta ser mais uma versão mais harmônica do Y EDP, aproveitando a concentração Parfum para equilibrar mais a riqueza das facetas fougere e ambar. Na saída os cítricos se mostram mais suculentos e frescos, com a nota de maçã brilhando junto com os aldeídos e o gengibre. A evolução reinterpreta o aroma fresco e limpo da lavanda, gerânio e sálvia e encaixa numa base onde o ambar agressivo da versão EDP é substituído por um aroma incensado mais misterioso e harmônico. Pode ser que a concentração de fato torne essa uma versão mais poderosa da ideia porém quando comparado ao EDP o refinamento que é proposto aqui sacrifica em partes a performance. Acredito que cada um deles tem públicos distintos; eu particularmente prefiro a intensidade mais sutil desse a brutalidade seca e ambarada do Y EDP, aclamado por muitos mas que não me conquistou.