10 de jul. de 2021

Sapientiae Niche - Heroin Sport

 


Avaliação em vídeo: https://youtu.be/2GVDoCvjfkE

O melhor ao começar essa avaliação é avisando aos desavisados que Heroin Sport não é o seu típico perfume sport. E graças a Deus que ele não seja! O termo sport foi deturpado nas últimas décadas e virou sinônimo de fragrâncias que por mais agradáveis que sejam são sempre baseadas numa mesma estrutura fresca e muitas vezes aquática, algo que não acrescenta mais nada de novo a perfumaria. E perfumaria de nicho em sua essências não serve para trazer mais do mesmo e sim para atender necessidades não atendidas.

Por isso Heroin Sport é uma grata surpresa, pois não se dobra ao desejo dos usuários de algo fresco e esportivo mas ao mesmo tempo dá aos apaixonados pela marca Sapientiae um perfume ousado e digno da casa. Heroin continua intenso, prazeroso e viciante. A diferença é que seu aroma se despe das nuances gourmands e se joga de cabeça nas notas aromáticas.

O perfume mantém o nome de uma substância viciante mas dessa vez põe seu foco em outra figura controversa, a Maconha. Aqui temos um conceito de cannabis que explora as nuances aromáticas da erva sem ter o lado queimado da mesma. O objetivo é capturar a sensação de bem estar e relaxamento e estendê-la com uma lavanda de alta qualidade.

Dessa maneira o perfume abre com um frescor de altíssima qualidade, um contraste entre o aroma verde de ervas, o frescor da lavanda e um toque levemente mentolado. Há um lado mais atalcado de Iris na evolução que cria um aroma muito fino e que distantemente me remete à assinatura olfativa da Guerlain. O Absinto surge com a amêndoa nessa fase para fazer um leve aceno ao Heroin original.

Na base o perfume retoma o aroma viciante do tradicional mas muda as ênfases nas subtâncias. As baunilhas e resinas saem para que tenhamos maior percepção do couro, que ainda se mostra defumado porém de uma maneira mais sutil, sob um acorde macio de camurça. O amadeirado se mostra mais mineral e relaxado aqui e acompanha o toque discretamente chypre do musgo e patchouli. Heroin Sport no fim das contas é sim um perfume esportivo, só que um descolado e despojado, para aqueles que praticam a sinuca, truco e poker como esporte.